DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências (PPGEFHC) >
Teses de Doutorado (PPGEFHC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32394

Title: Discursos científicos dos membros do IGHB no projeto de modernização e desenvolvimento da Bahia na primeira república: um olhar sobre o território e a demarcação da fronteira Bahia–Espírito Santo.
Authors: Bulhões, Grasielle Sousa
???metadata.dc.contributor.advisor???: Vergara, Moema de Rezende
Keywords: Bahia;Ciência;Nação;Território;Bahia - História;Bahia - Desenvolvimento;Instituto Geográfico e Histórico da Bahia;Intelectuais - Discursos;Divulgação científica;Estado;Science;Nation;Territory
Issue Date: 10-Nov-2020
Abstract: Em diversos momentos da história do Brasil o seu vasto território foi tornando-se referência e alicerce no processo de construção e consolidação da Nação. A presença de uma população que não se ajustava à identificação de uma nação conforme os modelos identitários vigentes nos centros hegemônicos e a falta de tradição histórica estavam entre os principais motivos que levaram o Brasil a estabelecer a natureza e a grandeza do seu território como alicerces do nacionalismo no país e sua via de acesso à “civilização”. O modelo proposto para a formação da nação brasileira - inspirado nos países do Ocidente - e o anseio modernizador do Estado republicano e das classes hegemônicas, implicaram no consumo e importação de concepções modernas da Europa – liberalismo, positivismo, evolucionismo, darwinismo social -, moldadas e assimiladas ao contexto brasileiro. Fato que levou os articuladores do Brasil a imputarem à ciência um substancial papel na construção da nação. De forma correlata, o território da Bahia também assumiu importante papel no fortalecimento da sua identidade regional, na formação e desenvolvimento desse Estado, e se configurou como considerável elemento para a inserção da Bahia no projeto de construção, civilização e modernização nacional assumido pelo Brasil após a sua independência política, continuando esse processo, posteriormente, no período relativo à Primeira República. Desse modo, esta tese analisa os discursos científicos dos intelectuais do Instituto Histórico e Geográfico da Bahia – dado essa instituição ser umas das mais importantes instituições científicas do período em estudo dedicada aos assuntos referentes ao Estado da Bahia – na implementação de alguns objetivos do projeto político de modernização e desenvolvimento do Estado da Bahia, especificamente no que diz respeito à formação do território baiano e a delimitação e demarcação da fronteira entre a Bahia e o Espirito Santo.
ABSTRACT At various times in Brazil’s history its vast territory was be coming reference and foundation in the process of building and consolidating the nation. The presence of a population that did not fit the identification of a nation according to the current identity models in force in the hegemonic centers and the lack of historical tradition were between the main reasons that led Brazil to establish the nature and greatness of its territory as foundations of nationalism in the country and its path of acess to “civilization”. The proposed model for the formation of the Brazilian nation – inspired by the countries of the West and the modernizing long in gof the Republican state and of the hegemonic classes, implied the consumption and import of modern European conceptions - positivism, Darwinism, liberalism, evolutionism – shaped and assimilated to the Brazilian context. A fact that led Brazilian articulators to attribute to science a substantial role in construction of the nation. In related way, the territory of Bahia also assumed an important role in strengthening its regional identity, in the formation and development of that State, and has been configured as a considerable element for the insertion of Bahia in the project of construction, civilization and national modernization assumed Brazil after its political independence, continuing this process, subsequently, in the period related the First Republic. Thus, in the light of the territory – science- nation relationship, this the sisanalyzes the role of science in the nineteen than dearly twentieth centuries in the implementation of some objectives of the political project of modernization and development of the State of Bahia, specifically with regard to the formation of the Bahian territory and the delimitation and demarcation of the border between Bahia and Espirito Santo.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32394
ISSN: Tese
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGEFHC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE - GRASIELLE BULHÕES - SIGAA.pdf4.67 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA