DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências (PPGEFHC) >
Teses de Doutorado (PPGEFHC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/25646

Title: A pediatria na Bahia: o processo de especialização de um campo cientifico (1882-1937)
Authors: Moreira, Virlene Cardoso
???metadata.dc.contributor.advisor???: Almeida, Marta de
Keywords: História das Ciências;Pediatria;Infância;Bahia
Issue Date: 28-Mar-2018
Abstract: O processo de especialização da pediatria no estado da Bahia é o foco deste estudo. Duas premissas nortearam as discussões. A primeira é a de que a reivindicação de um lugar autônomo da pediatria no país não se deu pela infância, e sim a partir de questões científicas, no contexto da medicina experimental, em que os médicos cientistas entendiam que quanto mais reduzido o campo de pesquisa maior a probabilidade investigativa. O discurso social em torno da infância, pautado nos índices de mortalidade infantil, foi um componente nesse processo. A segunda posição que este trabalho assume é que o processo de singularização de uma área científica possui uma complexidade que envolve algumas dimensões. Para o contexto estudado, três circuitos foram importantes: 1. círculos institucionalizados de aprendizagem e prática profissional (hospitais, cátedras, dispensários); 2. circuitos de divulgação cientifica (congressos e revistas especializadas); 3. medidas de defesa e intercâmbio profissional (sociedades especializadas). A particularidade baiana reside no fato de que os três circuitos tiveram como elo a disciplina de Pediatria da Faculdade de Medicina da Bahia. Assim, a pediatria baiana será entendida como um conhecimento que se individualizou a partir da formação de disciplina científica na faculdade de medicina e foi se consolidando numa rede que envolveu duas instituições filantrópicas de assistência à infância, fundadas por professores de pediatria da mesma faculdade: o Instituto de Proteção e Assistência à Infância da Bahia-IPAI/Ba e a Liga Bahiana Contra Mortalidade Infantil. Da criação da cátedra de ‘Clinica de molestias medicas e cirurgicas de crianças’ nas faculdades de medicina, em outubro de 1882, até a afirmação da Sociedade de Pediatria da Bahia, na década de 1930, foram cerca de meio século, que compreende a baliza deste trabalho.
The process of specialization of pediatrics in the state of Bahia is the focus of this study. Two premises guided the discussions. The first is that the claim of an autonomous place of pediatrics in the country did not come from childhood, but from scientific questions, in the context of experimental medicine, in which medical scientists understood that the smaller the field of research the greater the investigative probability. The social discourse around childhood, based on infant mortality rates, was a component in this process. The second position that this work assumes is that the process of singling of a scientific area has a complexity that involves some dimensions. For the context studied, three circuits were important: 1. institutionalized circles of learning and professional practice (hospitals, professorships, dispensaries); 2. circuits of scientific divulgation (congresses and specialized magazines); 3. measures of defense and professional exchange (specialized companies). The particularity of Bahia resides in the fact that the three circuits had as a link the Pediatric discipline of the Faculdade de Medicina da Bahia (Medicine College of Bahia). Thus, the pediatrics from Bahia will be understood as a knowledge that was individualized from the formation of scientific discipline in medical school and was consolidating in a network that involved two philanthropic institutions of childcare. Founded by pediatric professors of the same college: the Instituto de Proteção e Assistência à Infância da Bahia-IPAI/Ba (Institute of Protection and Assistance to the Children of Bahia) and the Liga Bahiana Contra Mortalidade Infantil (League Against Child Mortality of Bahia). From the foundation of the professorship of ‘Clinica de molestias medicas e cirurgicas de crianças’ (Clinic of medical and surgical discomforts of children) in the medicine colleges, in October of 1882, until the consolidation of the Sociedade de Pediatria da Bahia (Pediatric Society of Bahia), in the 1930s, has passed half a century which marks the goal of this work.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/25646
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGEFHC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Virlene C Moreira. História da Peidatria na Bahia.pdf5.36 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA