DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Especialização em Docência na Educação Infantil (EDEI) >
Especialização (EDEI) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/20087

Title: O desenvolvimento da moral nas perspectivas da família e da escola infantil: pontos e contrapontos refletidos na conduta da criança.
Authors: Moreira, Jaci Evangelista
???metadata.dc.contributor.advisor???: Silva, Maria Elisa Pacheco de Oliveira
Keywords: Moral;Educação Infantil;Desenvolvimento;Família;Escola
Issue Date: 19-Aug-2016
Abstract: O presente trabalho monográfico trata do desenvolvimento moral das crianças de 4 e 5 anos no contexto da Educação Infantil partindo do pressuposto de que as crianças percebem e dão sentido as regras e valores que vivenciam nas instituições família e escola. Teve como objetivo a analisar as expressões de moralidade das crianças da educação infantil diante dos princípios morais da docência e da família. Abrangendo conceitos da moralidade e sua relação com afetividade, tendo como fonte teórica Jean Piaget e Yves de La Taille para auxiliar a compreender e interpretar desenvolvimento da moral na infância e para tratar da interação social com a família os estudos realizados por Inez Gomide. A metodologia escolhida para realização desta pesquisa foi a abordagem qualitativa no viés da etnopesquisa, na qual foram utilizadas entrevistas semi-estruturadas e observações na sala de aula.Percebemos que as práticas educativas familiares calcadas na punição junto às estratégias disciplinadoras voltadas para o desenvolvimento moral utilizadas pelos docentes não estimulam a criança a refletir, dialogar e construir caminhos que a leve a ultrapassar os limites dessa fase da heteronomia.Vimos que na sala de aula as educadoras destinam muito tempo pedagógico para obter o controle das crianças do que para atender os objetivos da sua prática pedagógica. As expressões das crianças não são valorizadas vez que o que predomina é a forma coercitiva de agir e a visão adultocêntrica das educadoras. É possível que tal postura se origine da falta de conhecimento das mesmas em relação ao desenvolvimento e as fases da moralidade da infância.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/20087
Appears in Collections:Especialização (EDEI)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
jaci.pdf264.34 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA