DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Dissertações de Mestrado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18674

Title: Discursos da escola e constituição da subjetividade de estudantes com TDAH
Authors: Santos, Antonio José Pimentel
???metadata.dc.contributor.advisor???: Díaz-Rodríguez, Félix Marcial
Keywords: Discurso da escola;TDAH;Subjetividade;School Speech;Subjectivity;Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade
Issue Date: 2-Mar-2016
Abstract: Numa sociedade escolarizada a escola constitui-se a instituição social que mais agrega diferenças e diversidades. Neste contexto, encontram-se os estudantes com TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade) os quais por não se enquadrarem nas exigências e normas do contexto escolar são, muitas vezes, rotulados e estigmatizados como alunos problemáticos. Essas rotulações podem ocasionar impactos psicoemocionais em quem as recebem, neste caso específico no estudante com TDAH, produzindo estigmas e preconceitos, podendo implicar na constituição da subjetividade deste estudante. Desse modo, esta pesquisa traz como questão principal: Como as pesquisas sobre escolarização de estudantes com TDAH abordam o discurso da escola/professor acerca desses estudantes? As questões secundárias trazidas para análise são: Como o estudante com TDAH é percebido pela escola/professor nas pesquisas realizadas? Como o discurso produzido pelo professor na escola pode interferir na construção da subjetividade destes estudantes? Assim, o objetivo geral dessa investigação consiste em investigar, a partir de pesquisas já realizadas, como os discursos produzidos pela escola/professor acerca de estudantes com TDAH podem interferir na construção da subjetividade desses sujeitos. A metodologia utilizada neste estudo foi uma revisão sistemática da literatura, tendo como fonte de referência o banco de teses e dissertações da CAPES entre os anos de 2011 a 2012. A discussão dos dados foi feita com base na metodologia de análise do conteúdo, sendo levantadas três categorias de análise considerando-se os termos e características recorrentes nas concepções dos professores sobre o TDAH: aluno desatento/desconcentrado; aluno indisciplinado e aluno com dificuldade de interação. A análise de tais discursos, fundamentada na Teoria Histórico-Cultural a partir de autores como Vigotski; González Rey e Angel Pino, aponta que a subjetividade é constituída não apenas como uma organização intrapsíquica individual, mas como produção diferenciada e simultânea de sentidos subjetivos em dois níveis estreitamente relacionados entre si, o individual e o social, portanto que a mesma sofre interferências do discurso da escola/professor.
ABSTRACT In an educated society, the school constitutes the social institution that adds more differences and diversities. In this context, are the students with ADHD (Attention Deficit Disorder Hyperactivity Disorder) which for don’t fit in the school environment requirements and standards are often labeled and stigmatized as problem students. These stigmatas can cause psycho-emotional impact on those who receive them in this particular case the student with ADHD, producing stigma and prejudice which might entail the constitution of the subjectivity of the student. Thus, this research has as main question: How research on schooling of students with ADHD approach the school and teacher’s speech about these students? Secondary issues brought for analysis are: How the student with ADHD is perceived by the school / teacher in the research carried out? How the discourse produced by the teacher in school can interfere with the construction of the subjectivity of these students? Thus, the general purpose of this research is to investigate, from previous studies, as the speeches made by the school / teacher about students with ADHD can interfere with construction of the subjectivity of these subjects. The methodology used in this study was a systematic review of the literature, having as reference source the database of theses and dissertations from the CAPES between the years 2011 to 2012. The discussion of the data was based on analysis methodology content, being raised three categories of analysis considering the recurring terms and characteristics in teachers' conceptions about ADHD: student inattentive / distracted; undisciplined student and student with limited interaction. The analysis of such discourses, based on the Historical-Cultural Theory, from authors such as Vygotsky; González Rey and Angel Pino, says that subjectivity consists not only as an individual intrapsychic organization, but as differentiated and simultaneous production of subjective senses in two closely related levels with each other, the individual and the social, so that it suffers interference teacher and school speech.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18674
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISCURSOS DA ESCOLA E CONSTITUIÇÃO DA SUBJETIVIDADE DE ESTUDANTES COM TDAH _Antonio José Pimentel Santos.pdf906.05 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA