Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/11800
metadata.dc.type: Tese
Title: Educação online: cibercultura e pesquisa-formação na prática docente
Authors: Santos, Edméa Oliveira dos
metadata.dc.creator: Santos, Edméa Oliveira dos
Abstract: A tese desenvolve a teoria e a prática da educação online como um evento da cibercultura e não simplesmente uma evolução das convencionais práticas de educação a distância. A cibercultura é o movimento sociotécnico-cultural que gesta suas práticas a partir da convergência tecnológica da informática com as telecomunicações que faz emergir uma pluralidade de interfaces síncronas e assíncronas de comunicação e uma multiplicidade de novas mídias e linguagens que vêm potencializando novas formas de sociabilidade e, com isso, novos processos educacionais, formativos e de aprendizagem baseados nos conceitos de interatividade e hipertextualidade. Desenvolveu uma experiência em educação online que procurou articular as potencialidades da cibercultura com a epistemologia e a metodologia da pesquisa-formação, construindo uma prática docente a partir da criação de um AVA ? ambiente virtual de aprendizagem ? concebido como dispositivo formativo. Este dispositivo incorpora tanto os aspectos comunicacionais e pedagógicos de suas interfaces síncronas e assíncronas (blogs, fóruns de discussão, chat, portfólio, softwares de cartografia cognitiva entre outros), bem como a emergência de um gruposujeito que aprende enquanto pesquisa e pesquisa enquanto aprende. Assim, o AVA se configurou como um espaço multirreferencial de aprendizagem por conta da pluralidade discursiva das narrativas e experiência pessoais, profissionais e acadêmicas de todos os participantes. A aprendizagem foi mediada pela promoção intencional, mais comunicacional, de situações de ensino-aprendizagem, onde coletivamente os sujeitos da pesquisa interagiram com um projeto pedagógico que agregou hipertextualidade de conteúdos com aprendizagem colaborativa, partir do uso das interfaces do AVA não só concebidas como 9 interfaces comunicacionais, mas, sobretudo, como gêneros textuais e dispositivos de formação. O referencial teórico que dialogou com a pluralidade das narrativas do grupo-sujeito foram as teorias da complexidade (Morin), multirreferencialidade (Ardoino), sociologia contemporânea (Maffesoli), interatividade (Silva), cibercultura (Lévy, Lemos), linguagem pós-estruturalista (Barthes, Marcuschi), cartografia cognitiva (Moreira, Okada), formação docente (Nóvoa, Freire, Josso, Macedo), pesquisa-ação (Barbier) e a etnopesquisaformação (Macedo). O trabalho evidenciou o potencial formativo da educação online como campo fecundo para novas e significativas possibilidades de promoção da aprendizagem e da formação de docentes e pesquisadores. A pesquisa constatou que houve aprendizagem e experiências formativas pelo registro e mapeamento de diversas narrativas de formação que emergiram e foram compartilhadas nas diferentes interfaces do AVA. Suas interfaces se configuraram como fecundos dispositivos de pesquisa e formação. Assim, foi engendrada uma prática docente implicada e encarnada com a pesquisa-formação no cenário sociotécnico e cultural do nosso tempo.
Keywords: Educação online
Cibercultura
Pesquisa-formação
Ambientes virtuais de aprendizagem
Prática docente
Online education
Teaching practice
Virtual learning environments
Cyberculture
Searchgraduation
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11800
Issue Date: 2005
Appears in Collections:Tese (PPGE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Edmea Santos1.pdfparte 1643,98 kBAdobe PDFView/Open
Tese_Edmea Santos2.pdfparte 22,94 MBAdobe PDFView/Open
Tese_Edmea Santos3.pdfparte 33,22 MBAdobe PDFView/Open
Tese_Edmea Santos4.pdfparte 4187,44 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.