DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Mestrado Profissional em Educação: Currículo, Linguagens e Inovações Pedagógicas(MPED) >
Dissertações de Mestrado Profissional em Educação - Projeto de Intervenção (MPED) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/30469

Title: As diversas linguagens no cotidiano escolar: possibilidades de reconstrução dos espaços educacionais no âmbito do IF SERTÃO - PE Campus Floresta.
Authors: Leal, Rosineuman de Souza Soares
???metadata.dc.contributor.advisor???: Cordeiro, Salete de Fátima Noro
Keywords: Formação integral;Prática pedagógica colaborativa;Tecnologias digitais e educação;Ensino integrado;Regime de colaboração;Tecnologia digital;Prática pedagógica;Educação integral;Integral education;Collaborative pedagogical practice;Digital technologies and languages
Issue Date: 28-Aug-2019
Abstract: O projeto de intervenção que integra este trabalho tem como objetivo promover ações que possam ressignificar o espaço e o tempo do IF SERTÃO – PE Campus Floresta, mediante incorporação de práticas pedagógicas colaborativas no cotidiano escolar, articulando as diversas linguagens, principalmente as que são potencializadas pelas tecnologias digitais, na produção e compartilhamento de conhecimentos. A proposta surgiu da inquietação quanto à baixa coerência entre as práticas pedagógicas, ainda vivenciadas de forma individualizada e disciplinar, com os propósitos de formação integral e emancipatória que institucionalmente está posta como responsabilidade dos institutos federais. Para fundamentar o projeto, de modo que pudesse dialogar com os interesses e necessidades de alunos e professores do Ensino Médio Integrado, para o qual convergem as ações, foi realizada uma pesquisa no Campus Floresta do IF SERTÃO – PE, envolvendo diretamente 16 discentes e 14 docentes dos cursos Técnico em Agropecuária e Técnico em Informática. A pesquisa, de abordagem qualitativa, usou roda de conversa, que se aproxima do dispositivo grupo focal, para a produção de informações, e teve como objetivo promover um debate reflexivo acerca das práticas pedagógicas vivenciadas no Campus, analisando-se em que medida essas práticas dialogam com as dinâmicas de colaboração e integração possibilitadas pelas diversas linguagens e, por conseguinte, com a formação integral do sujeito. As vozes que dialogaram e debateram sobre o assunto nas rodas de conversa, tomando a forma de textos, constituíram o corpus da análise, que tomou como referência a Análise Textual Discursiva. A pesquisa revelou que as práticas pedagógicas de natureza colaborativa são bastante limitadas, pois o cotidiano pedagógico do Campus ainda está impregnado de posturas que remetem à fragmentação e à hierarquização, e que pouco exploram, ou usam de forma inadequada, o potencial das tecnologias digitais e das diversas linguagens. Assim, com o intuito de instituir outras possibilidades de ensinar e aprender no Campus Floresta, foi proposta a criação do ESPAÇO ABERTO – conhecimentos em construção e compartilhamento, com o intuito de fomentar práticas pedagógicas colaborativas e integradoras e estabelecer relações mais abertas e plurais nos processos formativos, proporcionando aos sujeitos a condição de protagonistas de suas aprendizagens.
ABSTRACT The intervention project that integrates this work aims to promote actions that can resignify the space and time of IF SERTÃO - PE Campus Floresta through the incorporation of collaborative pedagogical practices in the daily school life, articulating the different languages, especially those that are potentialized by the digital technologies, in the production and sharing of knowledge. The proposal arose from the concern about the low coherence between pedagogical practices, still lived in an individualized and disciplined way, with the purposes of integral and emancipatory formation that institutionally is placed as the responsibility of the federal institutes. In order to support the project, so that it could dialogue with the interests and needs of students and teachers of Integrated High School, to which the actions converge, a research was carried out at the Campus Floresta do IF SERTÃO - PE, directly involving 16 students and 14 professors of the Agricultural Technician and Computer Technician courses. For the production of information the qualitative approach research used conversation groups, which approximates of the focal group device, and aimed to promote a reflexive debate about the pedagogical practices experienced in the Campus, analyzing to what extent these practices dialogue with the dynamics of collaboration and integration made possible by the different languages and, therefore, with the integral formation of the subject. The voices that dialogued and debated on the subject in the conversation groups taking the form of texts, constituted the corpus of the analysis, which used the Discursive Textual Analysis as reference. The research revealed that pedagogical practices of a collaborative nature are very limited, since the pedagogical routine of the Campus is still based on positions that refer to fragmentation and hierarchization, and that do not exploit or misuse the potential of digital technologies and of different languages. Thus, in order to establish other possibilities of teaching and learning at Campus Floresta, it was proposed the creation of ESPAÇO ABERTO - knowledge in construction and sharing, with the purpose of fostering collaborative and integrative pedagogical practices and establishing more open and plural relations in the formative processes, providing the subjects with the condition of protagonists of their learning.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/30469
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Profissional em Educação - Projeto de Intervenção (MPED)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
LEAL, Rosineuman S S 2019 FINAL.pdf7.24 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA