DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Dissertações de Mestrado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/22046

Title: Cultura corporal e desenvolvimento do pensamento teórico no quarto ciclo de escolarização (1º ao 3º anos do Ensino Médio) da abordagem crítico-superadora
Authors: Oliveira, Clara Lima de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Santos Júnior, Cláudio de Lira
Keywords: Educação Física (Ensino médio);Cultura corporal de movimento;Pedagogia crítica;Escolarização;Adolescência;Physical Education (High School);Body movement culture;Critical pedagogy;Schooling;Adolescence
Issue Date: 20-Apr-2017
Abstract: A educação física, como área do conhecimento que trata da cultura corporal, tem papel importante no desenvolvimento do pensamento teórico dos indivíduos. Nos anos finais da educação básica (1º ao 3º anos do ensino médio) vemos a retirada progressiva desta enquanto componente curricular obrigatório. Com a contrarreforma do ensino médio, este processo se acelerou, condenando a juventude ao esvaziamento e rebaixamento da sua formação. Diante desta problemática, este estudo tem por objetivo responder à seguinte questão: quais são as contribuições da Pedagogia histórico-crítica e da Psicologia histórico-cultural para o trato com o conhecimento da cultura corporal no quarto ciclo de escolarização da abordagem crítico-superadora? Para responder a esta questão, traçamos os seguintes objetivos: Geral - compreender quais são os fundamentos pedagógicos e psicológicos necessários para o trato com o conhecimento da cultura corporal no quarto ciclo de escolarização (1º ao 3º anos do ensino médio) rumo à superação dos pseudoconceitos, tal como formulado pela abordagem crítico-superadora; Específicos: 1) explicar o lugar da educação física no ensino médio frente a disputa de projetos antagônicos de educação; 2) explicar o lugar da cultura corporal no desenvolvimento do pensamento teórico, a partir da Pedagogia histórico-crítica enquanto fundamento para a Psicologia histórico-cultural e a Psicologia histórico-cultural enquanto fundamento para a Pedagogia histórico-crítica; e 3) apontar e explicar quais são os fundamentos pedagógicos e psicológicos necessários no trato com o conhecimento no quarto ciclo de escolarização. Este estudo foi desenvolvido a partir de uma pesquisa bibliográfica e sob os pilares do materialismo histórico dialético e do método de exposição construído por Enguita (1993). Deste percurso concluímos que é necessário tratar o conhecimento da cultura corporal a partir de fundamentos pedagógicos e psicológicos sustentados nas concepções histórico-cultural de desenvolvimento, de adolescência, referenciados no projeto histórico comunista que permitam ao professor, através do trabalho educativo, estabelecer relações singulares, particulares e universal da cultura corporal enquanto produção humana com os seus conteúdos de ensino, permitindo aos adolescentes superar a contradição entre homem e trabalho rumo ao desenvolvimento do pensamento teórico.
ABSTRACT The physical education, as an area of knowledge dealing with body culture, plays an important role in the development of individuals' theoretical thinking. In the final years of basic education (1st to 3rd year of high school) we see the progressive withdrawal of this as a compulsory curricular component. With the counterreformation of high school, this process accelerated, condemning the youth to the emptying and relegation of their formation. Faced with this problem, this study aims to answer the following question: What are the contributions of historical-critical Pedagogy and historical-cultural Psychology for dealing with the knowledge of body culture in the fourth cycle of schooling of the critical-overcoming approach? To answer this question, we outline the following objectives: General - to understand the pedagogical and psychological fundamentals necessary to deal with the knowledge of body culture in the fourth cycle of schooling (1st to 3rd year of high school) towards overcoming pseudo-concepts, as formulated by the critical-overcoming approach; Specific: 1) explain the place of physical education in high school facing the dispute of opposing education projects; 2) to explain the place of body culture in the development of theoretical thinking, starting from historical-critical pedagogy as a foundation for historical-cultural psychology and historical-cultural psychology as a foundation for historical-critical pedagogy, and 3) to point out and explain the pedagogical and psychological foundations needed to deal with knowledge in the fourth cycle of schooling. This study was developed from a bibliographical research and under the pillars of dialectical historical materialism and the exposure method constructed by Enguita (1993). From this trajectory we conclude that it is necessary to treat the knowledge of the body culture from pedagogical and psychological foundations sustained in the historical-cultural conceptions of development, of adolescence, referenced in the communist historical project that allow the teacher through the educational work to establish singular, Individual and universal body culture as human production with its teaching content, allowing adolescents to overcome the contradiction between man and work towards the development of theoretical thinking.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/22046
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_CLARA LIMA DE OLIVEIRA.pdf516.24 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA