DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Teses de Doutorado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/21471

Title: Questão agrária, educação do campo e formação de professores: territórios em disputa
Authors: Santos, Janeide Bispo dos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Taffarel, Celi Nelza Zulke
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Germani, Guiomar Inez
Keywords: Questão agrária;Educação do Campo;Formação de professores;Trabalho pedagógico;Contradições socioespaciais;Educação rural;Trabalhadores rurais - Educação;Pedagogia crítica;Agrarian matter;Rural education;Teacher training;Pedagogical work;Sociospatial contradictions
Issue Date: 17-Feb-2017
Abstract: A presente tese refere-se, no mais geral, à problemática da questão agrária brasileira e seus desdobramentos socioespaciais, e, em particular, à formação de professores para a Educação do Campo. Estudou um projeto piloto de formação de professores em Licenciatura em Educação do Campo implementado pela Universidade Federal da Bahia, que teve como base do processo formativo o projeto de escolarização da classe trabalhadora requisitado pelos camponeses brasileiros organizados em movimentos populares de luta na/pela terra, unificados no “Movimento Por uma Educação do Campo”. Assim, o Projeto Político Pedagógico do curso destacou que o intuito da formação foi voltado para elevar a capacidade teórica dos docentes que desenvolvem trabalho educativo em espaços de conflitualidades decorrentes da questão agrária, tendo em vista as estratégias e táticas da reprodução social levantadas pela classe camponesa organizada em movimentos populares de luta na/pela terra na defesa de seus territórios e na luta pela superação do projeto do capital. Recorreu-se aos aportes teóricos do materialismo histórico-dialético para explicar os fundamentos teóricos que explicam as contradições socioespaciais oriundas da questão agrária brasileira, e, do mesmo modo, aos aportes da pedagogia histórico-crítica e da psicologia histórico-cultural para tratar da natureza e da especificidade da educação. O objetivo teórico da tese foi apresentar explicações científicas que sustentam o argumento de que a concretização da Educação do Campo, nos moldes de um projeto societário revolucionário, depende da dimensão teórico-metodológica que orienta a formação dos docentes que trabalham nas escolas do campo. Assim, a pergunta síntese toma como referência o trabalho educativo que é realizado nas escolas de campo pelos professores egressos do curso de Licenciatura em Educação do Campo da UFBA, considerando a relação entre os fundamentos teórico-metodológicos que guiaram a formação inicial e os que guiam o trabalho pedagógico destes professores nos espaços educativos. O percurso investigativo implicou uma revisão de literatura sobre a produção do conhecimento acerca dos seguintes pontos: produção do espaço geográfico na lógica do capitalismo e na lógica contra-hegemônica; disputas de projetos históricos presentes na análise da questão agrária; nas teorias do conhecimento, nas teorias educacionais e nas concepções de trabalho e de educação. Implicou, ainda, o levantamento, a sistematização e a análise dos dados da atuação dos egressos para posterior discussão sobre os referenciais teórico-metodológicos do percurso formativo e do trabalho docente realizado. Como conclusão do trabalho, reafirma-se a hipótese de que a base teórico-metodológica para elevar a capacidade teórica dos professores para atuarem em um patamar mais elevado em espaços geográficos de conflito, como é o caso do campo brasileiro, é a base que explica o modo de produção capitalista, que explica como nos tornamos seres humanos, como se desenvolve a psique humana e como se organiza, no trabalho pedagógico, a natureza e a especificidade da educação emancipatória a partir da referência marxista.
ABSTRACT This Thesis refers to the most general problem of Brazil’s agrarian matter and its Sociospatial developments, in particular the training of teachers for the Rural Education. It studied a pilot project that trains and graduates teachers in the field of Rural Education, implemented by the Federal University of Bahia, based on the project for schooling of the working class requested by Brazilian farmers organized in popular movements to fight on/for the land, unified in the "Movement for Rural Education”. Thus, the Political-Pedagogical Project of the course emphasizes that the goal of the training aimed to raise the theoretical capacity of the teachers who develop educational work in spaces of conflict arising from the agrarian matter. Also considering the strategies and tactics of social reproduction raised by a peasant class organized in popular movements to fight on/for the land in defense of their territories and in the struggle for an overrun in the design of the capital. It resorted to the theoretical contributions of Historical Dialectic-Materialism to explain the rationale and Socio-spatial contradictions from the Brazilian agrarian matter and the contributions of the Didactical Theory systematized by the Historical – Critical Pedagogy and Historical-Cultural Psychology to deal with the nature and specificity of Education. The study sought to analyze the return to the social practice of the graduates who come from the course mentioned above, in order to examine the increase in their theoretical capacity across the issues that arise from the Capital Mode, the geographic space and teaching in schools. The theoretical goal of the thesis is to present scientific arguments, considering that the theory is developed as categories of practice, on the route of education and performances of teachers in conflicting formative spaces. The synthesis question concerns to the educational work that the teachers from the graduation course on Rural Education from UFBA developed on the educational spaces based in its theoretical foundation. The investigative path involved literature review on the production and reproduction of geographic areas, land reform and education under the logic of the Capitalist Production Model questioning the Theories of Knowledge, Theories of Development of the Human Psyche and the school social function. It also involved research, systematization and analysis of the performance data of the graduates for further discussion on the methodological and theoretical referential of the training path and the teaching work performed by them. As a conclusion, we reaffirm the hypothesis that the methodological theoretical basis for raising the theoretical capacity of teachers in order to work at a higher level in geographic areas of conflict, such as the Brazilian countryside, is the base that explains the capitalist mode of production, that explains how we became human beings, how the human psyche develops itself, and how the nature and specificity of emancipatory education is explained and organized in pedagogical work, from the Marxist reference.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/21471
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_Janeide Bispo dos Santos_versão atualizado.pdf3.12 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA