DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Dissertações de Mestrado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18808

Title: Música, trabalho, educação e capital: um estudo sobre as relações entre formação e atuação profissional do músico no Brasil a partir do século XXI
Authors: Bertussi, Eduardo
???metadata.dc.contributor.advisor???: Antoniazzi, Maria Regina Filgueiras
Keywords: Música;Educação;Trabalho;Atuação profissional;Formação;Capital;Indústria musical - Brasi;Músicos - Brasil;Music;Training;Work;Professional performance;Education;Capital
Issue Date: 5-Apr-2016
Abstract: A presente pesquisa, do tipo bibliográfica, se propôs a realizar um estudo sobre as relações entre formação e atuação profissional do musico no Brasil, a partir do século XXI. Para tanto, a construção da pesquisa foi norteada pela seguinte questão: como se estabelecem as relações entre formação e atuação profissional do músico, a partir do século XXI, e como tais relações podem contribuir para a conquista da autonomia desse profissional frente aos ditames do capital? Inicialmente, pelo fato de que, a partir do advento da indústria fonográfica no século XX, não é mais possível se discutir o campo da música fora do contexto do atual modo de produção capitalista, a presente pesquisa realizou, nos primeiros capítulos, uma abordagem histórica acerca das relações entre música, trabalho e capital, desde os primordios da atividade musical até o surgimento de uma nova categoria de trabalhador musical – o músico-produtor – na atual conjuntura, em meio à reestruturação produtiva do capital. No final desse percurso, iniciou-se a abordagem acerca da formação deste novo músico-produtor. É exposto que, no âmbito das instituições particulares de ensino, as relações entre formação e atuação profissional encontram-se plenamente definidas e se estabelecem não no sentido de promover a autonomia do trabalhador musical sobre os meios de produção e distribuição, mas no sentido de transformá-lo em um produtor-empresário, parceiro das determinações da indústria fonográfica e, conseqüentemente, dos ditames do capital. Se no âmbito das instituições particulares de ensino as relações entre formação e atuação profissional estão plenamente estabelecidas, o mesmo não acontece no contexto das instituições públicas. Para comprovar tal fato, realizou-se, como capítulo final, um balanço da produção do conhecimento musical, a partir do século XXI, no qual utilizou-se como fonte de informação 7 pesquisas de pós-graduação strictu sensu, sendo 5 dissertações de Mestrado e 2 Teses de Doutorado, de diferentes programas de pós-graduação do país, cujas temáticas se aproximavam do objeto de estudo da presente pesquisa. Além da comprovada escassez de pesquisas que expõem abordagens e discussões sobre as relações entre formação e atuação profissional, foi possível constatar, através do balanço realizado, que tais relações ainda se estabelecem de maneira precária e distante da realidade, no âmbito das instituições públicas de ensino de música. O presente trabalho aponta para a necessidade em se avançar nas discussões sobre as relações entre a formação e a atuação profissional do músico, a fim de que seja eliminada a escassez que ainda se mantem no universo das pesquisas em pós-graduação no Brasil sobre este objeto de estudo e que a autonomia do músico-produtor se consolide no seio de uma formação pública de qualidade.
ABSTRACT This research, bibliographical, set out to conduct a study on the relationship between training and professional musician operations in Brazil, from the twenty-first century. Therefore, the construction of the research was based on the question: how to establish the relationship between training and professional musician performance from the twenty-first century, and how these relationships can contribute to the achievement of autonomy of this professional front to the dictates of capital ? Initially, the fact that, since the advent of the music industry in the twentieth century is no longer possible to discuss the field of music outside the context of current capitalist mode of production, this research conducted in the early chapters, a historical approach about the relationship between music, labor and capital, from the beginnings of musical activity to the emergence of a new category of musical work - the musician-producer - at this juncture, amid the productive restructuring of capital. At the end of that journey, it began to approach about the formation of this new musician-producer. It follows that, in the context of private educational institutions, the relationship between training and professional activities are fully defined and not established to promote the autonomy of the musical work on the means of production and distribution, but in the sense of turning it into a producer-entrepreneur, partner of the determinations of the music industry and, consequently, of the dictates of capital. Within the scope of private institutions of education relations between training and professional activities are fully established, the same does not happen in the context of public institutions. To prove this fact, there was, as the final chapter, a balance production of musical knowledge, from the twenty-first century, where it was used as a source of information 7 research postgraduate strict sense, 5 Master's dissertations 2 Theses and Doctoral, different country graduate programs, whose topics approached the study of this research subject. In addition to the proven lack of research that expose approaches and discussions on the relationship between training and professional performance, it was established through the balance held that such relationships are established still precarious and far way from reality, as part of educational public institutions music. This study points to the need to make progress in discussions on the relationship between training and the professional performance of the musician, to the elimination of the shortages that still keeps the universe of postgraduate research in Brazil on this object study and the autonomy of the musician-producer is consolidated within a public training quality.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18808
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
PDF Dissertação Eduardo Bertussi.pdf921.38 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA