DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Teses de Doutorado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18048

Title: Política de pós-graduação stricto sensu brasileira no tempo presente: corpo e cultura como objeto de pesquisa em educação
Authors: Pires, Aparecida Carneiro
???metadata.dc.contributor.advisor???: Silva, Maria Cecília de Paula
Keywords: Pós-graduação;CAPES;Produtividade;Cultura corporal;Emancipação;Ensino superior e estado;Post-graduate studies;Productivity;Body culture;Emancipation
Issue Date: 28-Aug-2015
Abstract: Esta pesquisa expõe as polêmicas e contradições da política de pós-graduação brasileira no tempo presente, contemplada na linha de pesquisa: Educação, Cultura Corporal e Lazer. Propõe-se a desenvolver estudos aprofundados acerca dos princípios e valores pautados em uma formação emancipatória, produzidos e defendidos pela Pós-graduação stricto sensu em Educação, a partir dos direcionamentos da política de avaliação e financiamento da Agência CAPES. Objetiva-se investigar os princípios de formação emancipatória que estão sendo defendidos e definidos pela Pós-graduação stricto sensu em Educação a partir dos direcionamentos da Agência de Política de Avaliação e Financiamento - CAPES em seu percurso histórico. Especificamente, objetiva- se contextualizar o papel da Pós-graduação stricto sensu em Educação diante das reconfigurações socioeconômicas, políticas e culturais do capitalismo no tempo presente; compreender a relação entre os critérios de produtividade e avaliação exigidos pela CAPES na lógica cultural do corpo nos envolvidos na Pós-graduação stricto sensu Brasileira; analisar os sentidos atribuídos para a Pós-graduação stricto sensu dos/as pesquisadores/as entrevistados/as. A metodologia adotada nesse trabalho investigativo contemplará a pesquisa bibliográfica, histórica, documental e a pesquisa de campo. As vozes de alguns dos pesquisadores envolvidos nesta história, como as de Bernadete Gatti, Osmar Fávero, Marli André, Vera Candau e Robert Verhine e documentos produzidos por eles e elas e na literatura crítica a temática, compuseram esta pesquisa. Para a análise dos dados, pautamo-nos em conceitos como intelectuais orgânicos, corpo, cultura, hegemonia e contra-hegemonia, apoiados em Gramsci, em Marx, Silva e outros, numa perspectiva dialógica. Entrecruzamos as falas com os registros documentais produzidos por este grupo, destacando as marcas de sentido – o sentido investigado, ou seja, o debate atual das políticas educacionais na pós-graduação stricto sensu; as polêmicas, paradoxos, ausências e emergências no processo de avaliação da pós- graduação stricto sensu em Educação pela Capes. O debate sobre o corpo e a cultura na Pós-graduação stricto sensu apontou a compreensão de um corpo instrumental, em detrimento da formação do sujeito histórico emancipado. O que nos leva sugerir a necessidade de construção de elementos para uma contra-hegemonia e uma outra práxis educacional na formação dos sujeitos da pós-graduação brasileira.
ABSTRACT This research exposes the controversies and contradictions of Brazilian post-graduate policy at the present time, contemplated in the line of research: Education, Body Culture and Leisure. It is proposed to develop in-depth studies concerning about the principles, values guided by an emancipatory education, produced and defended by the Post-graduate studies in Education from the directions of the evaluation and funding agency CAPES policy. This study aims to investigate the principles of emancipatory education being defended and defined by the Postgraduate studies in Education from the directions of policy and funding agency review - CAPES on his historic caree. Specifically, the objective is to contextualize the role of post-graduate studies in Education on the socioeconomic, political and cultural reconfigurations of capitalism at the present time; to understand the relationship between productivity and evaluation criteria required by CAPES in the cultural logic of the body involved in the Post-graduate studies Brazilian; to analyze the meanings attributed to post-graduate studies of researchers interviewed. The methodology used in this research work will include bibliographical, historical, documentary research and fieldwork. Voices of some of the researchers involved in this story, as Bernadette Gatti, Osmar Favero, Marli Andrew, Robert Verhaine and Vera Candau and documents produced by them and in the critical literature composed the theme of this research. For data analysis we based on concepts such as organic intellectuals, body, culture, hegemony and against hegemony, supported by Gramsci, Marx, Silva, and others in a dialogic perspective. We interwove interviewees with documentary records produced by this group, highlighting the brands sense, the current debate on educational policies stricto sensu graduate programs, the controversies, paradoxes, absences and emergencies in the process of evaluation of post-graduate studies in Education from Capes. The debate about the body and culture in post-graduate studies pointed to an instrumental understanding of the body, rather than the formation of the emancipated historical subject which leads us to suggest the need for construction of elements of a counter-hegemony and other educational praxis in the formation of the subject of Brazilian graduate.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18048
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Cida Carneiro_Versão para CD.pdf916.18 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA