DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Dissertações de Mestrado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17728

Title: Práticas pedagógicas para inclusão de estudantes com deficiência na educação superior: um estudo na UFRB
Authors: Matos, Aline Pereira da Silva
???metadata.dc.contributor.advisor???: Pimentel, Susana Couto
Keywords: Práticas pedagógicas;Estudantes com deficiência;Educação superior;Pedagogical practices;Students with disabilities;Higher education
Issue Date: 18-May-2015
Abstract: O acesso de pessoas com deficiência às Instituições de Educação Superior (IES) está garantido em documentos legais, porém, a sua permanência também precisa ser efetivada. Para tanto é necessário o desenvolvimento de práticas pedagógicas inclusivas por parte dos docentes que atuam junto a essas pessoas. Realizada mediante uma pesquisa qualitativa, através de um estudo de caso, esta investigação objetivou identificar e analisar as práticas pedagógicas desenvolvidas pelos docentes da UFRB diante de estudantes com deficiência matriculados em cursos de graduação. Para atingir o objetivo proposto, definiu-se a UFRB como locus da pesquisa de campo e os docentes que atuam com estudantes com deficiência como participantes da investigação. Nesse sentido, para o processo de coleta de dados foram utilizadas a aplicação de questionário e realização de entrevistas com os referidos participantes. O embasamento teórico que subsidiou a análise dos dados levantados fundamentou-se nos normativos legais brasileiros e institucionais, e em autores diversos, tais como: Vygotsky (1991, 2001, 2010); Pimentel (2006, 2012, 2013); Pimenta e Anastasiou (2008, 2010); Cunha (2006, 2007, 2009, 2010); Moreira (2003, 2005); Blanco (2004), dentre outros. Os resultados demonstraram que a UFRB tem desenvolvido ações visando à garantia dos direitos dos estudantes com deficiência, através da aprovação de normativos institucionais, criação de setores de apoio ao estudante com deficiência e de consulta, fiscalização e deliberação acerca das políticas desenvolvidas, entre outras. No entanto estas ações não tem tido a visibilidade necessária pela maioria dos docentes, assim como pelos discentes com deficiência. Em relação às práticas pedagógicas dos docentes, se percebeu que os mesmos, em sua maioria, têm desenvolvido práticas pedagógicas diferenciadas para atendimento às necessidades dos estudantes com deficiência, mesmo sem possuir uma formação na área de Educação Inclusiva. Tais práticas envolvem: o uso de recursos didáticos diversificados; a flexibilização no tempo para realização das atividades; a diversificação nos instrumentos e formas de aplicação de atividades avaliativas, assim como a postura colaborativa do docente. Para o desenvolvimento dessas práticas, os docentes têm se apoiado no diálogo constante com os próprios estudantes como forma de orientar-se sobre como proceder, o que revela que os referidos docentes acreditam e investem na possibilidade de aprendizagem desses estudantes.
ABSTRACT The access of people with disabilities in the Higher Education Institutions (HEIs) are guaranteed in legal documents, however, their stay must also be honored. So long the development of inclusive classrooms by teachers who work with these people is necessary. Carried out by a qualitative research, through a case study, this research aimed to identify and analyze the pedagogical practices developed by UFRB’s teachers before students with disabled in undergraduate courses. To achieve this purpose, we defined the UFRB as field site of the research and the teachers who work with students with disabilities as research participants. In this sense, for the data collection process were used the application questionnaire and interviews with those participants. The theoretical fundation that supported the analysis of the data was based on the Brazilian institutional and legal norms, and several authors, such as Vygotsky (1991, 2001, 2010); Pimentel (2006, 2012, 2013); Pimenta and Anastasiou (2008, 2010); Cunha (2006, 2007, 2009, 2010); Moreira (2003, 2005); Blanco (2004), among others. The results showed that the UFRB has developed actions aimed the guaranteeing the rights of students with disabilities through the adoption of institutional regulations, creation of industries to support the student with disabilities and consultation , supervision and resolution about the policies implemented , among others. owever these actions have not had the visibility required by most teachers as well as by students with disabilities. With regard to the pedagogical practices of teachers, it was realized that they, for the most part have developed differentiated teaching practices to meet the needs of students with disabilities, even without having a training in the area of Inclusive Education. Such practices involve: the use of a variety of teaching resources; the relaxation time for carrying out activities; diversification in the instruments and forms of application of evaluation activities, as well as the collaborative attitude of the teacher. For the development of these practices, teachers have relied on constant dialogue with the students themselves as a way to orient yourself on how to proceed, which reveals that these teachers believe and invest in the possibility of learning of these students.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17728
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação Aline Pereira da Silva Matos.pdf4.6 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA