DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Teses de Doutorado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11845

Title: A escola família agrícola do sertão: entre os percursos sociais, trajetórias pessoais e implicações ambientais
Authors: Cavalcante, Ludmila Oliveira Holanda
???metadata.dc.contributor.advisor???: Gomes, Celma Borges
Keywords: Pedagogy of alternance;Field education;Ambiente sertão;Pedagogia da alternância;Escola família agrícola;Educação do campo;Educação;Agricultural family school;Environment sertão
Issue Date: 2007
Abstract: Neste estudo, o termo campo é a expressão do rural se manifestando, construído na dinâmica dos movimentos sociais do Brasil, que nas últimas três décadas têm conseguido dar visibilidade à história de descaso das políticas públicas para com suas especificidades. Neste campo idiossincrático, encontramos as raízes sertanejas no projeto de uma escola voltada para sua realidade e construída pelos e para os camponeses da região. A Escola Família Agrícola do Sertão (EFASE), fica a cerca de 400 km de Salvador, em Monte Santo/BA e atende a um total 186 alunos da região. A EFASE torna-se na sua relação com os contextos comunitários locais, um ponto de referência socioeducacional, atuando de forma direta ou indireta a cerca de 89 comunidades rurais. Para qualificar esta história, a primeira parte da tese, fala da trajetória da educação rural brasileira com a inserção da relação sociedade x estado: O silenciamento ou ajustamento do estado em suas políticas educacionais que “alcançavam” o rural, e o enfrentamento, a busca e por vezes a adaptação da sociedade civil neste processo de construção de políticas públicas que “afetavam” o rural. Aqui já sinalizando a inserção da EFA no rural brasileiro da década de 60. A segunda parte da tese discute os movimentos sociais em sua perspectiva teórica e a dinâmica de expressão política dos sujeitos do campo, que nos anos 90, deram início ao processo de articulação: Por uma Educação do Campo. A terceira parte da tese aporta no sertão da Bahia : Canudos surge como referência para apresentar o contexto socioambiental de história e luta do sujeito do sertão; de forma análoga, as Comunidades de Fundo de Pasto surgem como uma representação da herança de vida e história atravessando o século XX neste sertão. A opção pela fenomenologia, como perspectiva de busca da percepção dos sujeitos do sertão, vai corporificar o quarto momento da tese. Pela fenomenologia, a pesquisa chega ao seu habitat na versão dos sujeitos que nele se inserem e que ajudam-no a construir. Então apresentamos a história da escola família agrícola na Bahia e...a Escola Família Agrícola do Sertão, como o locus onde toda esta discussão ganha vida.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11845
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Ludmila Cavalcante.pdf3.25 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA