Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/36539
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Potes que jorram histórias: narrativas das Infâncias em Pintadas – Ba
Other Titles: Pots That Guhs Historys: Narratives Of Childhoods in Pintadas - Ba
metadata.dc.creator: Gonçalves, Rosselinni Brasileira Rosa Muniz
metadata.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Marinyze Prates de
metadata.dc.contributor.referee1: Canda, Cilene Nascimento
metadata.dc.contributor.referee2: Rubim, Lindinalva Silva Oliveira
metadata.dc.contributor.referee3: Menezes, Karina Moreira
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho se propõe a analisar as narrativas infantis através da experiência da Poteca, uma biblioteca de histórias orais que no lugar de livros possui potes, em um contexto de sutura entre pesquisa e extensão da Universidade Federal da Bahia. O intuito é abordar essa prática dentro do contexto da infância, uma vez que esta possui o estigma de ocupar umaposição de silêncio ante sua produção cultural e capacidade de conferir sentido de modo autônomo. Para tal, traremos dentro dos estudos das culturas e identidades novos olhares sobre esse grupo social com base em uma abordagem multireferencial, tendo como escolha metodológica a pesquisa qualitativa. Desse modo, refletiremos sobre a Poteca embasada por um arcabouço teórico proveniente dos estudos das ciências humanas sobre as crianças e suas nuances. Vale destacar que a intenção aqui é também ir além da construção social do conceito de infância, compreendendo esse estrato como grupo carente de um olhar sensível e sua concepção como algo que está para além da faixa etária socialmente aceita. Apesar de a pesquisa transitar por alguns espaços de aprendizagem, o enfoque dado no texto será para a experiência vivida na cidade de Pintadas – Ba, uma cidade pioneira na adesão à economia solidária como via de produção. A análise é feita com base no processo de aproximação com a cidade durante a construção e efetivação da 12ª Semana Cultural de Pintadas. O imbricamento com a programação cultural ocorreu por meio da organização da Vivência: universidade para fora, proposta pelo Movimento de Juventude Viva Gente, em parceria com o Diretório Central dos Estudantes (DCE – UFBA), com o apoio da Pró-Reitoria de Extensão (UFBA). Perpassa ainda a localização do contexto de uma cidade que se volta para novas práticas de tecnologias sociais e econômicas com base no cooperativismo e autogestão que foram motivados pelo movimento da Teologia da Libertação que teve início na década de 1960. A tessitura teórica tem por objetivo tratar das culturas da infância e seus desdobramentos, da performance oral em diálogo com a psicodinâmica da oralidade, bem como do conceito de experiência e das dimensões do tempo na cultura ocidental.
Abstract: The present dissertation proposes to analyze children's narratives through the experience of Poteca, a library of oral stories that in the place of books has pots, in a context of suture between research and extension of the Federal University of Bahia. The intention of this work* is to approach this practice inside the context of childhood, since it has the stigma of occupying a position of silence in view of its cultural production and the capacity to check the meaning in an autonomous way. To do this, we will bring inside the studies of culture and identities new perspective about this social group based on a multi referential approach, having as methodological choice the qualitative research. In this way, we will reflect on the Poteca based on a theoretical framework from the studies of the human sciences about the children and their nuances. It is worth emphasizing that the intention here is also to go beyond the social construction of the concept of childhood, understanding this stratum as a group lacking a sensitive look and its conception as something that is beyond the socially accepted age range. Although the research going through some spaces of learning, the focus given in the text will be for the experience lived in the city of Pintadas - Ba, a city pioneer in the adhesion to the solidarity economy as way of production. The analysis is made based on the process of approaching with the city during the construction and execution of the 12th Cultural Week of Pintadas. The overlap with cultural programming took place through the organization of Experience: university out, proposed by the Movement of Youth Live People (Movimento de Juventude Viva Gente), in partnership with the Central Directory of Students (DCE - UFBA), with the support of the Pro-Rectory of Extension (UFBA). It also permeates the context of a city that turns to new practices of social and economic technologies based on cooperativism and self-management that were motivated by the movement of Liberation Theology that began in the 1960s. The theoretical framework aims to deal with childhood cultures and their developments, of oral performance in dialogue with the psychodynamics of orality, as well as the concept of experience and the dimensions of time in western culture.
Keywords: Poteca
Culturas da infância - Pintadas(BA)
Experiência
Narrativa oral
Tempo
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Bahia
metadata.dc.publisher.initials: UFBA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos - IHAC
metadata.dc.publisher.program: Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (Poscultura) 
metadata.dc.rights: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/36539
Issue Date: 11-Feb-2019
Appears in Collections:Dissertação (POSCULTURA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO. ROSSELINNI GONÇALVES.pdfDisseração de Mestrado - GONÇALVES, Rosselinni Brasileira Rosa Muniz Gonçalves4,63 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons