Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/10965
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMiranda, Theresinha Guimarães-
dc.contributor.authorGalvão, Nelma de Cássia Silva Sandes-
dc.creatorGalvão, Nelma de Cássia Silva Sandes-
dc.date.accessioned2013-05-16T17:10:54Z-
dc.date.available2013-05-16T17:10:54Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/10965-
dc.description.abstractOs documentos oficiais da atual política educacional brasileira preconizam que o processo de escolarização dos alunos com necessidades educacionais especiais seja desenvolvido no sistema regular de ensino. A presente pesquisa buscou estudar o processo de inclusão escolar de alunos com surdocegueira inseridos no Ensino Básico de escolas regulares da cidade de Salvador-Bahia. O objetivo geral foi estudar, entender e discutir as diferentes formas de comunicação de alunos surdocegos, relacionando-as com o seu processo de inclusão nessas escolas. Foram objetivos específicos: descrever e analisar as formas de comunicação exclusivas de alunos com surdocegueira que estudam em escolas do Ensino Básico, em Salvador-Bahia; identificar os tipos de Atendimento Educacional Especializado (AEE) disponibilizados aos alunos surdocegos nas escolas; discutir as formas de comunicação e o Atendimento Educacional Especializado encontrados, relacionando-os com o processo de inclusão educacional vivenciado por alunos com surdocegueira. A abordagem da pesquisa foi qualitativa, do tipo estudo de caso, tendo, como amostra, quatro alunos surdocegos, sendo três do ensino Fundamental II e um do Ensino Médio. A coleta dos dados foi realizada em 2009, no espaço escolar dos alunos, compreendido por três escolas públicas e uma privada. O instrumento de análise foi a entrevista aberta, complementada por observação assistemática e análise de documentos técnicos e pedagógicos sobre os alunos. A análise e discussão dos dados foram organizadas a partir da técnica “análise de conteúdos” e resultou em três categorias: a primeira tratou da dinâmica do atendimento educacional especializado oferecido ao aluno surdocego, cujos resultados constataram lacunas na infraestrutura e na ação dos especialistas, bem como fragmentação do atendimento oferecido ao aluno surdocego; na segunda categoria foram identificadas as formas de comunicação dos alunos surdocegos pesquisados, verificando-se maiores dificuldades quanto às formas utilizadas para receber as mensagens; na terceira categoria relacionou-se o atendimento educacional especializado recebido pelo aluno surdocego com as formas de comunicação do aluno surdocego, discutindo as implicações desta relação para a inclusão escolar deste aluno, o que evidenciou o desconhecimento por parte da comunidade escolar sobre as necessidades do aluno com surdocegueira nos espaços escolares públicos e privados de Salvador-Bahia, analisados por esta pesquisa. São apresentadas, finalmente, propostas concretas para uma inclusão escolar mais eficaz dos alunos surdocegos, sugerindo-se ações a curto, médio e longo prazo, considerando os resultados encontrados.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectCommunicationpt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectSpecial needspt_BR
dc.subjectInclusionpt_BR
dc.subjectDeaf-blindpt_BR
dc.subjectInclusãopt_BR
dc.subjectNecessidades especiaispt_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.subjectSurdocegopt_BR
dc.titleA comunicação do aluno surdocego no cotidiano da escola inclusivapt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.localpubSalvadorpt_BR
Appears in Collections:Tese (PGEDU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Nelma Galvao.pdf1,47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.