DSpace

RI UFBA >
Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos - IHAC >
Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (Poscultura) >
Teses de Doutorado (Poscultura) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9045

Title: Família e escola : criando identidades na constituição do sujeito surdo
Authors: Melo, Mércia Maria Tavares de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Thürler, Djalma
Keywords: Deficientes auditivos;Educação;Identidade social;Lingua brasileira de sinais
Issue Date: 21-Mar-2013
Abstract: Esta tese tem como objetivo descrever a importância do universo cultural e linguístico na construção da identidade, linguagem e constituição dos sujeitos surdos. Especificamente, estudar aspectos da identidade do surdo em contextos oralistas e bilíngues; analisar as relações entre as visões a família e dos professores da língua de sinais e da língua oral na constituição da identidade do surdo; abordar e descrever a visão que os pais e professores têm sobre a surdez no processo sob o qual o surdo constrói, sua identidade. Como metodologia construiu-se um percurso interdisciplinar de investigação nas áreas de Sociologia,Antropologia, Comunicação, Linguística, Educação, Fonoaudiologia e Psicologia. Na abordagem qualitativa adotou-se a história de vida, como procedimento investigativo, a qual foi configurada como uma narração autobiográfica, uma vez que é a própria personagem que a constrói estimulada, influenciada ou orientada pelo pesquisador. Fez-se, portanto a opção pela pesquisa qualitativa como eixo metodológico, em representações sociais. Foram entrevistados 10 surdos e seus familiares, sendo cinco matriculados em escola regular e cinco matriculados em escola especial para surdos e seus familiares e ou responsáveis. Também, submeteram-se às entrevistas 12 professores, sendo seis professores da escola só para surdo e seis professores da escola regular. Foi realizado em dois tipos de escola, uma de ensino regular, o outro ensino especial só para surdos. Os resultados estão a sugerir que a postura adquirida pelos “Outros” – representados pelos familiares e a escola que, na verdade, circundam a vida do surdo, parece ser o fator que contribui para definir a postura adquirida pelos sujeitos surdos, vindo a construir a sua identidade. Cumpre acrescentar que o silêncio imposto à maioria dos sujeitos surdos foi, menos, conseqüência da falta de identificação ou de tratamento, e mais fruto das práticas de normalização e de ouvintização presentes na escola regular e na sociedade em geral. Esses alunos focalizados na pesquisa enfrentam o isolamento e o distanciamento de seus semelhantes, principalmente quando os pais são ouvintes. Nesta pesquisa, em virtude dos surdos serem “distribuídos” em dois tipos diferentes de escola, mesmo que ambos apresentem currículos diversos, em cada escola enfrentam grandes restrições para estabelecer trocas lingüísticas e culturais com outros surdos e ouvintes. O compartilhar vivências e experiências comuns/diferentes com outros surdos lhes ajudaria a construir uma imagem positiva sobre si e ainda contribuiria para se organizarem,se reconhecerem como identidades surdas, podendo assim, ocupar espaço na escola e na sociedade. Como conclusão, o estudo sugere que o surdo só conseguirá fazer parte do mundo ouvinte, estar “incluído”, não apenas no sentido de ocupar o mesmo espaço físico, quando ele for parte de outro grupo, o grupo surdo. O diálogo silencioso em que o surdo convive com sua família deixa-o uma frustração interior muito grande que, muitas vezes, ele não consegue superar. Recomenda-se ouvir os usuários do sistema educacional para garantir propostas curriculares capazes de atender, realmente, as necessidades de seus alunos. Considerando que há muito, ainda, a conhecer sobre o processo educacional dos surdos, o estudo apresentou alguns subsídios sobre as contribuições advindas da concepção socio-antropológica da surdez e dos estudos bilíngües, no delineamento de caminhos mais ajustados às necessidades dos surdos, valorizando a participação dos mesmos na construção do seu próprio projeto educacional.
Description: 278 f.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9045
Appears in Collections:Teses de Doutorado (Poscultura)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Mércia Maria Tavares de Melo.pdf893.2 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA