DSpace

RI UFBA >
Instituto de Letras >
Programa de Pós-graduação em Letras e Lingüística (PPGLL até 2010) >
Teses de Doutorado (PPGLL) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/8389

Title: Por um lugar para a literatura infantil/juvenil nos estudos literários
Authors: Santos, Mônica de Menezes
???metadata.dc.contributor.advisor???: Cunha, Eneida Leal
Keywords: Literatura infanto-juvenil brasileira. Infância. Literatura brasileira. História e crítica.
Issue Date: 6-Feb-2013
Abstract: Este trabalho apresenta um painel dos modos de ler a literatura destinada à infância e à juventude nos estudos literários brasileiros contemporâneos, a partir da análise de dissertações e teses produzidas, nos últimos cinco anos (2006-2010), em seis instituições brasileiras de ensino superior (PUC-RS, USP, UNICAMP, PUC-RJ, UFRJ e UFMG), e disponíveis no Banco de Teses da Capes. Para tanto, inicialmente, esboça-se uma genealogia do conceito de infância e da emergência da literatura infantil/juvenil no Ocidente. Em seguida, aborda-se, de modo panorâmico, quais os principais objetos estudados nas instituições pesquisadas, bem como quais perspectivas teórico-críticas são ativadas para a leitura do gênero literário em questão. Por fim, delineiam-se, em três capítulos, os movimentos recorrentes no que concerne aos métodos sugeridos para a utilização do texto literário infantil/juvenil pela escola; os modos de ler Monteiro Lobato, o principal autor estudado pelos trabalhos acadêmicos mapeados; e, por último, as funções conferidas à literatura infantil/juvenil por parte considerável dos seus estudiosos.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/8389
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGLL)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Monica de Menezes Santos.pdf1.51 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA