DSpace

RI UFBA >
Instituto de Letras >
Programa de Pós-Graduação em Língua e Cultura (PPGLINC) >
Teses de Doutorado (PPGLINC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32189

Title: Currículo e formação inicial dos professores de italiano no Brasil: constatações e reflexões
Authors: Sousa, Cristiane Maria Campelo Lopes Landulfo
???metadata.dc.contributor.advisor???: Paraquett, Márcia
Keywords: Currículo;Formação de professores;Língua italiana;Perspectiva intercultural;Pluralidade linguístico-cultural;Língua italiano - estudo e ensino
Issue Date: 7-Sep-2020
Abstract: Esta tese, situada na área da Linguística Aplicada (LA), é o resultado de uma investigação realizada nas grades curriculares e nas ementas dos cursos de Licenciatura em língua italiana de algumas universidades brasileiras. O seu principal objetivo foi averiguar se a composição curricular desses cursos possibilita uma formação docente crítica e reflexiva em conformidade com a perspectiva intercultural. Além disso, foi também investigado se as propostas pedagógicas das ementas curriculares contemplam a pluralidade linguístico-cultural do italiano. Trata-se, portanto, de uma pesquisa documental cujo corpus foi analisado sob o enfoque qualitativo-interpretativista. O construto teórico escolhido para a fundamentação desta investigação foi ancorado em quatro pilares: (1) currículo (2) pluralidade linguísticocultural do italiano, (3) formação de professores (4) perspectiva intercultural. A junção desses pilares teóricos permitiu a reflexão sobre a formação de professores de italiano no contexto brasileiro. A partir dos dados analisados, a tese constatou que o idioma italiano é, em alguns cursos de Licenciatura previamente selecionados para esta pesquisa, ensinado a partir de um viés monocultural e monolinguístico. Outrossim, a perspectiva intercultural ainda não é uma realidade na maior parte desses cursos. Destarte, os resultados demonstraram a necessidade da construção de novas práticas pedagógicas que possibilitem formar professores de italiano críticos, reflexivos e capazes de atuarem em diferentes contextos educacionais visando à promoção da interculturalidade e à formação cidadã de seus alunos.
This thesis, in the area of Applied Linguistics (AL), is the result of research on undergraduate Italian language curricula and course syllabus in some Brazilian universities. Its main aim was to establish whether the curricular makeup of these courses enables critical and reflective education for teachers from an intercultural perspective. Moreover, the thesis also investigates whether the educational proposals of curricular syllabus cover Italian language linguistic and cultural plurality. Thus, the qualitative and interpretative approach herein is based on documental research. The theoretical framework chosen for the reasoning behind our research is anchored on four pillars: (1) curriculum (2) linguistic and cultural plurality of Italian, (3) teacher education and, finally, an (4) intercultural perspective. Combined, these pillars provide important reflection on Italian language teacher preparation in Brazil. From the data analyzed, the thesis found that Italian is, in some undergraduate degree courses previously selected for this research, taught with a monocultural and monolinguistic bias. Moreover, the intercultural perspective is still not a reality in most of these courses examined herein. Thus, the findings showed the need for building new pedagogical practices that provide Italian teachers with a critical and reflexive education, enabling them to act in different educational contexts aimed at promoting intercultural and civic awareness among students.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32189
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGLINC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese Cristiane Landulfo.pdf1.3 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA