DSpace

RI UFBA >
Escola Politécnica >
Programa de Pós-Graduação em Engenharia Industrial (PEI) >
Teses de Doutorado (PEI) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/29955

Title: Impactos da precificação interna do carbono em uma distribuidora de energia elétrica brasileira no resultado econômico e na tarifa de energia elétrica: estudo de caso Coelba
Authors: Torres, Rita de Cássia Souza Ribeiro
???metadata.dc.contributor.advisor???: Andrade, Jose Celio
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Gomes, Sônia Maria
Keywords: Setor elétrico;Precificação;Carbono;Gases estufa;Brasil
Issue Date: 26-Jun-2019
Abstract: O Acordo de Paris foi um passo importante rumo a transição para uma economia de baixo carbono. Entretanto, sua aplicação implica em uma mudança no modelo econômico dos países que ratificaram o acordo. A precificação do carbono é uma das estratégias mais eficientes para combater as mudanças climáticas e contribuir para a alcance das metas estabelecidas. A adoção de iniciativas de preços do carbono aumentou aproximadamente cinco vezes nos últimos quatro anos. Atualmente, 20% das emissões globais de gases de efeito estufa estão cobertas com uma taxa sobre o carbono, que varia de US$1 a US$ 140/ tCO2e. Já os preços de carbono adotados internamente por 517 corporações globais no processo de decisão de investimento variam entre US$1 a US$357 tCO2e. De acordo com o Pacto Global das Nações Unidas, os preços médios adotados não são suficientes para manter o aquecimento abaixo de 2º Celsius. A UNGC recomenda a utilização do preço do carbono de US $ 100 / tCO2e. Considerando esse contexto e a importância do setor elétrico na descarbonização da economia, a pesquisa teve como objetivo analisar os impactos derivados da internalização das emissões de GEE de uma distribuidora de energia elétrica no resultado econômico da empresa e na tarifa de energia elétrica. Para tanto, foi realizado um estudo de caso na Companhia de Energia Elétrica do Estado da Bahia (Coelba), com a construção do inventário de GEE das suas atividades e posterior internalização das emissões estimadas a partir de simulações realizadas no modelo de planejamento econômico utilizado pela empresa. A análise teve como premissa o princípio poluidor-pagador, sob a responsabilidade do produtor e do consumidor, e a regulação do setor elétrico brasileiro, utilizando preços diferenciados para estabelecer cenários comparativos. O estudo realizado demonstra uma queda de 1% no lucro líquido para cada R$ 2,00 no preço do carbono internalizado sob a responsabilidade da empresa e um aumento de 1% na tarifa de energia para cada R$ 22,5 no preço do carbono internalizados sob a responsabilidade do consumidor final. Conclui-se, dessa forma, que o resultado econômico da empresa é mais sensível à internalização do carbono do que a tarifa de energia elétrica, entretanto, a depender do preço de carbono adotado, os impactos podem ser significativos para todas as partes. É importante que as empresas insiram em seu modelo de governança a análise de risco das emissões para a tomada de decisão. De forma alinhada, sugere-se que os consumidores adotem mecanismos de gerenciamento da demanda para conhecer o seu padrão de consumo e que formuladores de políticas utilizem a metodologia apresentada neste estudo como base para a revisão do atual modelo regulatório do setor elétrico, considerando as externalidades que não são incluídas.
The Paris Agreement was an important step towards the transition to a low carbon economy. However, its implementation implies a change in the economic model of the countries that have ratified the agreement. Therefore, carbon pricing is one of the most effective strategies to combat climate change and contribute to achieving the goals set. Adoption of carbon pricing initiatives, including cap-and-trade systems, carbon taxes and domestic pricing has increased approximately five-fold over the last four years. Currently, 20% of global greenhouse gas emissions are covered with a carbon tax ranging from US$1 to US$140/tCO2e. While carbon prices internally adopted by 517 global corporations in the investment decision-making process range from US$1 to US$357/tCO2e. According to the United Nations Global Compact, the average prices adopted are not high enough to keep warming below 2°C. The UNGC recommends using the carbon price of US$100/tCO2e. Considering this context and the electricity sector importance in the economy decarbonization, this research analyzes the impacts of internalization of GHG emissions of an electric energy distributor upon its economic result as well as on its electric energy tariff. In order to pursue it, a case study was carried out at the Electric Power Company of the State of Bahia (Coelba), with the construction of the GHG inventory of its activities, and subsequent internalization of emissions estimated from simulations carried out in the economic planning model utilized by the company. The analysis was based on the polluter-pays principle, under the responsibility of the producer and the consumer, as well as the regulation of the Brazilian electricity sector, adopting differentiated prices to establish comparative scenarios. The results show a decrease of 1% in net income for every R$ 2 in the carbon price internalized under the responsibility of the company and an increase of 1% in the energy tariff in net income for every R$ 22,5 in the carbon price internalized under the responsibility of the end consumer. Therefore, it is concluded that the economic result of the company is more sensitive to carbon internalization than the electricity tariff. However, depending on the carbon price adopted, the impacts can be significant on both. It is important that companies insert emissions risk analysis for decision-making in their governance model. In an aligned way, it is suggested that consumers adopt demand management mechanisms in order to know their consumption pattern and that policy makers use the methodology presented in this study as a basis for the revision of the current regulatory model of the electric sector, taking into account the externalities that are not currently included.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/29955
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PEI)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_RITA DE CÁSSIA SOUZA RIBEIRO TORRES-Final.pdf8.86 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA