DSpace

RI UFBA >
Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos - IHAC >
Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (Poscultura) >
Teses de Doutorado (Poscultura) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27841

Title: Guruè, Guruè: conflitos e tensões das personagens de Alegre canto da perdiz na Moçambique colonizada
Authors: Santos, Hildete Leal dos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Silva, Marilda de Santana
Keywords: colonização;dominação;resistência;Paulina Chiziane;Moçambique
Issue Date: 26-Oct-2018
Abstract: As Literaturas dos países de Língua Portuguesa Oficial – principalmente a partir da segunda metade do século XX – empenharam-se no propósito de ressignificar os valores fundados pela colonização pautados em hierarquias raciais que implicariam em outros conceitos excludentes. As produções estéticas desses países constroem discursos que, além de denunciar a ação colonial, refletem os dilemas e conflitos de sujeitos que sofreram um processo de dominação em diversos âmbitos sociais; o que permite trazer à tona a história dos excluídos. A moçambicana Paulina Chiziane é uma das autoras cuja escrita se volta para esse propósito. O universo ficcional de sua obra O alegre canto da perdiz (2010) apresenta uma visão da Moçambique colonizada ao trazer um enredo permeado por uma variedade de temáticas como escravidão, trabalho forçado, assimilação, pobreza, gênero, raça, identidade, que marcaram a relação do colonizado com a opressão colonial. Norteada por esses aspectos, esta tese tem o objetivo de analisar essa obra para identificar os discursos que constroem os sujeitos imaginários, para compreender como os conflitos e tensões criados e/ou acentuados pela dominação colonial em Moçambique marcam a construção desses sujeitos e em que medida eles criaram estratégias de resistência a essa dominação. Assim, atendendo a uma proposta multidisciplinar, a narrativa de Chiziane serve como fonte para um estudo literário e histórico no qual realidade e ficção, fato e imaginação cruzam-se oferecendo campo para se problematizar aspectos políticos e culturais da Moçambique colonizada, especialmente no que diz respeito à história dos subalternizados no contexto colonial.
The Literatures from the Official Portuguese Language Countries - mainly from the second half of the twentieth century - committed themselves to the purpose of re-signifying the values founded by colonization based on racial hierarchies that would imply in other excluding concepts. The aesthetic productions of those countries construct discourses that, in addition to denouncing colonial action, reflect the dilemmas and conflicts of subjects who have undergone a process of domination in various social spheres; which allows us to bring to the fore the history of the excluded, of the subalternized. Mozambican Paulina Chiziane is one of the authors whose writing turns to that purpose. The fictional universe of her work O alegre canto da perdiz (2010) presents a vision of colonized Mozambique by bringing a plot permeated by a variety of themes such as slavery, forced labor, assimilation, poverty, gender, race, identity, which marked the relation of the colonized to the colonial oppression. Based on such aspects, this doctoral thesis aims to analyze that work to identify the discourses that the imaginary subjects construct, to understand how the conflicts and tensions created and / or accentuated by the colonial domination in Mozambique mark the construction of these subjects and to what extent they created strategies of resistance to the domination. Thus, considering a multidisciplinary proposal, Chiziane's narrative serves as a source for a literary and historical study in which reality and fiction, fact and imagination cross each other offering a field to problematize political and cultural aspects of colonized Mozambique, especially in concerns to the history of the subalternized in the colonial context.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27841
Appears in Collections:Teses de Doutorado (Poscultura)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
GURUÈ, GURUÈ CONFLITOS E TENSÕES NAS PERSONAGENS DE O ALEGRE CANTO DA PERDIZ NA MOÇAMBIQUE COLONIZADA.pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA