DSpace

RI UFBA >
Escola de Dança >
Programa de Pós-Graduação em Dança (PPGDANCA) >
Dissertações de Mestrado (PPGDANCA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27210

Title: DANÇA NO ESPAÇO PÚBLICO: UM “DESPACHO PARA A EXPERIÊNCIA DA ALTERIDADE
Authors: Albuquerque, Thiago Sampaio de Moraes
???metadata.dc.contributor.advisor???: Britto, Fabiana Dultra
Keywords: CORPO;DANÇA;ESPAÇO PÚBLICO;Microrresistência;ERRÂNCIA;"DESPACHO"
Issue Date: 3-Sep-2018
Abstract: Este trabalho se desenvolve a partir da observação de experiências de dança em espaços públicos. O foco é o sentido político da experiência artística. Busca-se compreender em que medida uma ação de dança realizada no espaço público pode desestabilizar, ainda que temporariamente, certos padrões hegemônicos de organização dos corpos e ambientes envolvidos no contexto urbano. A hipótese articulada é a de que quando a experiência artística confere, sob propósito, valor dramatúrgico ao contexto de sua ocorrência, tratando a cidade para além de um mero espaço a ser ocupado, ampliam-se as chances de se produzir um potente tensionamento da lógica da pacificação urbana e da própria dança enquanto espetáculo cênico. Dessa forma, fica instaurada a problematização da experiência do corpo na cidade contemporânea e a compreensão da dança como um modo possível de desencadear novos arranjos da organização dessa experiência, em favor de um trato mais complexo e atento à relação com a alteridade em nossa sociedade. Uma atitude desviante do que o projeto urbano institui é uma chave importante para se pensar a noção de microrresistência. E a prática da errância é tomada como uma forma possível dessa atitude se configurar em ação. As dinâmicas processuais que constituem uma experiência errática, ou seja, a desorientação, lentidão e incorporação, são compreendidas como propriedades passíveis de serem articuladas numa experiência de dança, especialmente quando essa obra é composta por meio da prática da improvisação e dotada de significativa receptividade ao contexto, em detrimento da autossatisfação performática do artista. Tendo em vista a consistente atuação do performer Jorge Schutze no que concerne a sua investida em espaços públicos, nos últimos anos de sua trajetória artística, sua performance “Despacho” é apresentada e analisada, a partir de diferentes narrativas da sua ocorrência, a fim de articular um trânsito entre as generalidades envolvidas nas reflexões levantadas e a singularidade de um fenômeno específico.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27210
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGDANCA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
dissertacao thiago sampaio de moraes albuquerque.pdf411.02 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA