DSpace

RI UFBA >
Escola Politécnica >
Mestrado em Engenharia Ambiental Urbana (MEAU) >
Dissertações de Mestrado (MEAU) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18627

Title: Percepção ambiental e participação social em programas de educação ambiental: um estudo na APA Joanes-Ipitanga – Bahia
Authors: Melo, Elizete Abreu de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Marinho, Márcia Mara de Oliveira
Keywords: Educação ambiental;Programas de educação ambiental;Percepção ambiental;Participação social
Issue Date: 16-Feb-2016
Abstract: Esta dissertação tem como objetivo analisar os Programas de Educação Ambiental (PEA) implementados na Área de Proteção Ambiental (APA) Joanes- Ipitanga, quanto aos aspectos da educação ambiental, da percepção ambiental e da participação social. Conduzidos por empresas de consultoria contratadas pelo Estado, iniciativa privada e ONG locais, estes PEA têm sido a ferramenta utilizada para a conscientização da população em relação aos problemas ambientais da região, desde 2001. A presente análise buscou verificar se os PEA implementados na APA Joanes-Ipitanga contribuíram para a formação de uma consciência local mais crítica, ao aguçar no indivíduo e na coletividade uma maior percepção ambiental e participação social, além do mero interesse pelas questões ambientais. Os dados coletados e analisados revelaram que esta participação é pequena e pouco significativa, e que a oferta de Programas de Educação Ambiental na área estudada é limitada. Foram analisados os seguintes PEA: o do Governo - para Formação do Conselho Gestor, da Empresa Caraíba Metais e o PEA da ONG Terra Mirim. A metodologia qualitativa que conduziu o estudo visou uma abordagem contextualizada de educação ambiental transformadora, tomando, como referência, a percepção ambiental e a participação social dos atores envolvidos nos Programas de Educação Ambiental estudados. Os dados foram coletados por meio da aplicação de entrevistas semi-estruturadas, observação participante, pesquisa documental e da técnica de análise de conteúdo. Esta análise revelou o quanto tais programas estão distantes das premissas necessárias para uma percepção ambiental e uma participação social mais efetiva. A ausência de programas contínuos de educação ambiental na APA Joanes-Ipitanga compromete o alcance das metas dos programas nos moldes desejados. A falta de uma ação mais voltada para a execução desta Política Pública tem persistido nos últimos anos, embora a medida tenha sido pontuada por técnicos, membros do Conselho Gestor e alguns membros das comunidades locais. A ocorrência de um descompasso entre o que foi implementado e o que é preconizado pelas políticas públicas, como também constatou a análise, confirma a distância entre a teoria e a prática. Os desafios encontrados para o desenvolvimento do campo da educação ambiental estão presentes em todas as instâncias, não apenas em territórios protegidos. Os dados da pesquisa sugerem que os PEA implementados na APA Joanes-Ipitanga contribuíram para a formação de uma consciência local mais crítica quanto às questões ambientais, mas a percepção e a participação social desses indivíduos ainda precisa ser mais trabalhada. As futuras propostas deverão apresentar Programas que visem à continuidade das ações, que sejam construídos coletivamente e coerentes com a realidade específica de cada comunidade.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18627
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (MEAU)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação Elizete Melo.pdf9.93 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA