Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/9654
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBião, Armindo Jorge de Carvalho-
dc.contributor.authorBastos, Maria de Fátima Barretto-
dc.creatorBastos, Maria de Fátima Barretto-
dc.date.accessioned2013-04-10T13:54:10Z-
dc.date.available2013-04-10T13:54:10Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9654-
dc.description225f.pt_BR
dc.description.abstractO estudo trata do fenômeno de apropriação de temáticas e convenções formais do noticiário jornalístico pela telenovela brasileira produzida na atualidade. Procura-se compreender as interfaces geradas entre as instâncias,a priori ontologicamente separadas, ficção e realidade, que se revelam por meio das interseções entre dramaturgia e jornalismo, na elaboração do produto midiático de expressiva relevância na dinâmica da vida nacional. A prática da teledramaturgia contemporânea de beber nas fontes jornalísticas para a elaboração de seu formato mais prestigiado – a telenovela – é acompanhada também do fenômeno em vetor contrário: o produto ficcional inspira as pautas jornalísticas, evidenciando aí a existência de um processo de retroalimentação contínuo. A migração de pautas temáticas se dá nos dois sentidos, revelando influência mútua. A teoria das mediações, formulada por Jesús Martín-Barbero, é o alicerce deste trabalho, que adota a categoria fato-notícia, como uma mediação no processo comunicacional complexo, que envolve produção, produto e recepção da telenovela, como instâncias em interação. O uso do noticiário – entendido como fonte de mediação,a partir do que sugere Orozco Gómes – ocorre por meio da absorção de acontecimentos verídicos publicizados, para o interior da narrativa ficcional dos telefolhetins, cada vez em espaços temporais mais curtos, indicando movimento de aproximação em direção da dinâmica própria de elaboração da notícia jornalística, que persegue o “tempo real”,desde a entronização das tecnologias de comunicação eletrônico-digitais.Tendo em vista que o merchandisingsocial,ferramenta socioeducativa enxertada nas tramas da telenovela, é um dos pontos da interseção entre realidade e ficção, procede-se a uma análise com base neste enfoque da dialógica entre jornalismo e teledramaturgia. Designado genericamente por edutainment (produto híbrido de educação e entretenimento), o merchandising social, além de sua característica de instrumento publicitário, sugerida até mesmo pelo próprio nome, também avança no sentido de absorver as funções sociais do jornalismo, de informar, esclarecer, difundir, levantar questões e promover o debate e a confrontação de opiniões. A aderência quase obrigatória deste recurso de elevado poder de persuasão às narrativas das telenovelas, a partir da década de 1990, indica o surgimento de um subgênero teledramatúrgico. A construção estética da telenovela atualiza a codificação de origem do melodrama, com alterações mais de acordo com a doxa contemporânea, relativizando os pólos tradicionais do bem e do mal, embora sua arquitetura de base se configure nos termos esquemáticos de raiz, de onde se aproximam ou se distanciam oportunamente, ao sabor de adequações que preservem o seu poder de empatia com as megaudiências. A atualização da estética bicentenária ao formato do telemelodrama contemporâneo se processa pela intimidade que a abordagem ficcional estabelece com o jornalismo. Assim, pode-se afirmar que, também, é mediada pelo fato-notícia, que parece estender seus tentáculos aos domínios da ficção num movimento de sobrevida da notícia fugaz, efêmera e com prazo de validade a se extinguir no momento seguinte.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectTelenovelapt_BR
dc.subjectJornalismopt_BR
dc.subjectMerchandising socialpt_BR
dc.subjectMelodramapt_BR
dc.titleA notícia faz a cena: noticiário jornalístico e telenovela brasileirapt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.localpubSalvadorpt_BR
Appears in Collections:Tese (PPGAC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BASTOS%20Tese%20%20seg.pdf1,44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.