DSpace

RI UFBA >
Escola de Administração >
Núcleo de Pós-Graduação em Administração (NPGA) >
Dissertações de Mestrado Profissional (NPGA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/7699

Title: Boas práticas de governança de tecnologia da informação: um estudo em unidades técnicocientíficas da fiocruz
Authors: Albuquerque Junior, Antonio Eduardo de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Santos, Ernani Marques dos
Keywords: Governança de Tecnologia da Informação;Governança de TI;boas práticas;FIOCRUZ;Information Technology Governance;IT Governance;good practices
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal da Bahia
Abstract: A rápida evolução dos recursos tecnológicos e sua utilização nos processos de negócio trouxeram muitos benefícios, mas também grande dependência com relação aos serviços de Tecnologia da Informação (TI). Dentre as novas tecnologias que foram incorporadas às atividades das organizações, muitas se tornaram diferenciais competitivos, contribuindo para o processo de tomada de decisões, fazendo com que a informática deixasse de ser uma experiência sem retorno garantido para se tornar uma ferramenta de trabalho, inclusive para o nível estratégico das organizações. A dependência que as organizações tem da TI e a aproximação entre esta e os níveis estratégicos de decisão fizeram com que organizações do mundo inteiro promovessem mudanças em seus processos internos de TI através da adoção de boas práticas de Governança de TI presentes em diversos modelos de melhores práticas existentes. Apesar disso, a aproximação entre a TI e os objetivos estratégicos não é a realidade encontrada em diversas organizações públicas brasileiras, contexto em que se enquadra a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). A Governança de TI no serviço público federal vem sendo alvo de auditorias e normas do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), reforçando a necessidade de adoção das boas práticas presentes nos modelos. Independentemente da atuação desses órgãos de fiscalização e normatização, é necessário organizar as áreas de TI das organizações públicas de maneira que deixem de ser meramente reativas para ajudar mais efetivamente as instituições a alcançarem seus objetivos e a prestarem melhores serviços para a população. Para isso, se faz necessário estudar a adoção de boas práticas de Governança de TI na FIOCRUZ para melhor direcionar os esforços no sentido de empreender melhorias nos seus processos internos de TI. O objetivo deste trabalho é desenvolver um estudo comparativo sobre a adoção de boas práticas de Governança de TI em unidades técnico-científicas da FIOCRUZ localizadas no Rio de Janeiro e nas unidades técnico-científicas localizadas nos estados da Bahia e de Minas Gerais visando identificar o nível de adoção de boas práticas em cada unidade. Quanto à metodologia, o trabalho é um estudo de casos múltiplos com abordagem qualitativa e método dedutivo, envolvendo pesquisa bibliográfica e documental, entrevistas semi-estruturadas e observação direta. Como resultados da pesquisa, foi possível identificar que uma das unidades regionais é a que mais adota boas práticas de Governança de TI. A pesquisa identificou também oito causas para as diferenças na adoção de boas práticas de Governança de TI pelas quatro unidades técnico-científicas estudadas.
Description: 186 p.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/7699
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Profissional (NPGA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
22.pdf1.6 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA