DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Programa de Pós-Graduação em Geoquímica: Petróleo e Meio Ambiente (POSPETRO) >
Trabalhos Apresentados em Eventos (POSPETRO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/7331

Title: De território usado à formação do território mediado pelas relações de poder no Recôncavo baiano: um olhar sobre a interação dos agentes no escoamento da produção olerícola do povoado Tanque de Senzala
Other Titles: IV Simpósio Internacional de Geografia Agrária
Authors: Santos, J. S.
Prost, Catherine
Keywords: Recôncavo Baiano;agricultura familiar;território;gestão;poder
Issue Date: 2009
Abstract: Propõe-se o aprofundamento nos conceitos de gestão e de território a partir das relações de poder - este entendido sob a perspectiva arendtiana - e um maior conhecimento das particularidades socioespaciais e socioeconômicas do Recôncavo Baiano, tendo como foco a agricultura familiar do povoado do Tanque de Senzala, no município de Santo Amaro – BA, no sentido de identificar os mecanismos de negociação e gestão e como esses se materializam no espaço. Para tal, se faz necessário o aprofundamento no estudo dos agentes de produção que dão sentido ao território usado. Acredita-se que a análise da interrelação entre os agentes sirva como meio de desmistificar o vigor dos intermediários em suas ações na sujeição dos pequenos agricultores às suas necessidades, bem como auxiliar no processo de fortalecimento institucional do “agente hegemônico” local, segundo a visão de H. Arendt, em prol da requalificação territorial em busca das relações mediadas pelo poder coletivo. A ênfase é voltada para as negociações travadas cotidianamente entre as duas classes de intermediários e o pequeno produtor, que se vê em constante situação de conflito no processo do escoamento produtivo. É nesse sentido que se pretende no presente estudo, produzir as análises, norteadas pelas seguintes questões: o pequeno produtor, detentor da terra e dos meios de produção, está sendo expropriado direta ou indiretamente dos meios de reprodução da sua condição socioespacial? E, sendo a área considerada como um território a partir das relações de poder poderá auxiliar o pequeno produtor a se desvencilhar das ações intermediárias? Espera-se com isso definir indicações que, de maneira abrangente, sirvam de subsídios para estudos futuros.
Description: p. 1-16
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/7331
Appears in Collections:Trabalhos Apresentados em Eventos (POSPETRO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Santos_Prost_SINGA.2009.pdftrabalho/santos/prost2009362.72 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA