DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH) >
Programa de Pos Graduacao em Museologia (PPGMUSEU) >
Dissertações de Mestrado (PPGMUSEU) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32074

Title: Patrimônio industrial: narrativas de uma ruína santamarense
Authors: Alfredo, Moari Castro Ramos de Oliveira
???metadata.dc.contributor.advisor???: Freitas, Joseania Miranda
Keywords: Patrimônio Industrial;Destilaria Modello;Fundição de Aço Tarzan;Santo Amaro;Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Issue Date: 30-Jul-2020
Abstract: A presente dissertação se propõe a compreender o percurso histórico da Destilaria Modello, edificação industrial localizada no município de Santo Amaro, estado da Bahia, evidenciando as narrativas construídas pelas diversas ocupações atribuídas ao prédio, como dispositivos inerentes ao seu processo de reconversão. A edificação, atualmente em ruínas, é um dos reminiscentes registros arquitetônicos do patrimônio industrial local, que sobreviveu as intempéries. Sua restauração está prevista no projeto de ocupação desenvolvido para abrigar um centro de ensino da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Na atualidade, as ruínas são referenciadas nominalmente como a fábrica Tarzan, denominação cristalizada no imaginário local pela ocupação da Siderurgia Aço Tarzan nos anos 40 do século XX e que funcionou no local por cerca de quinze anos. Contudo, sua origem fabril dá-se com a criação da Companhia União dos Lavradores, ainda no século XIX. A empresa, ligada a oligarquia regional, atuou durante cerca de uma década na transformação da cana-de-açúcar em aguardente. Sua composição arquitetônica grandiosa, ainda evidente, remete a opulência de outros tempos, da outrora cidade mais importante do ciclo do açúcar e sua trajetória histórica é produto de um período marcado pelo desenvolvimento da indústria do Recôncavo baiano, o que evidencia a necessidade de que a contemporaneidade se aproprie do espaço compreendendo sua história e as memórias compartilhadas que foram constituídas através das diversas significações do espaço.
This paper aims to understand the historical course of the Modello Distillery, an industrial building located in the city of Santo Amaro, state of Bahia, highlighting the narratives built by the various occupations attributed to the building, as devices inherent in its conversion process. The building, currently in ruins, is one of the reminiscent architectural records of the local industrial heritage that survived the time action. Its restoration is foreseen in the occupation project developed to house a teaching center of the Federal University of Recôncavo da Bahia. Nowadays, the ruins are nominally referred to as the Tarzan factory, a denomination crystallized in the local imagination by the occupation of the Tarzan Steel Mill in the 40s of the twentieth century and which worked at the site for about fifteen years. However, its factory origin occurs with the creation of Companhia União dos Lavradores, still in the nineteenth century. The company, linked to the regional oligarchy, worked for about a decade in the transformation of sugar cane into brandy. Its grandiose architectural composition, still evident, refers to the opulence of other times, the once most important city of the sugar cycle and its historical trajectory is the product of a period marked by the development of the industry of the Bahian Recôncavo, which highlights the need for contemporaneity takes ownership of space by understanding its history and the shared memories that were constituted through the various meanings of space
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32074
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGMUSEU)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação - Moari Castro.pdf8.27 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA