DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH) >
Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) >
Teses de Doutorado (PPGH) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31918

Title: Tráfico, escravidão e liberdade na Bahia nos "Anos de Ouro" do comércio negreiro (c.1680-c.1790)
Authors: Souza, Daniele Santos de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Reis, João José
Keywords: História;Escravidão – Século XVIII;Bahia;Tráfico transatlântico de africanos;Costa da Mina;Angola;Benguela;Escravo-senhor;Atlantic slave trade;African slavery;Slave masters;Enslaved masters
Issue Date: 1-Jun-2020
Abstract: Este trabalho é sobre a escravidão e o tráfico transatlântico de africanos na Cidade da Bahia (Salvador), ao longo do século XVIII. A análise abrange o período em que a Bahia consolidou sua presença na Costa da Mina como principal região fornecedora de mão de obra escrava, em fins do século XVII, até a emergência das revoluções atlânticas na última década do século XVIII, responsáveis por uma série de transformaçõesque acabaram reconfigurando o tráfico e a escravidão nas Américas. O comércio negreiro possui espaço privilegiado nesta pesquisa, sendo tomado como fio condutor que entrelaça os capítulos. Deste modo, busca-se compreender as vicissitudes e as disputas envolvendo homens de negócio sediados em Lisboa e Salvador, ao longo do período setecentista. Este estudo volta-se a entender a logística em torno do resgate de escravos, principalmente no que tange à composição de sua tripulação, bem como a produção e manutenção das embarcações negreiras. Investiga-se a estrutura de posse e o perfil dosproprietáriosde escravos da Bahia, demonstrando como o tráfico contribuiu com a disseminação da escravidão, transformando brancos, pobres,libertos e, até mesmo, escravos em senhores. O trabalho se baseia em vasta documentação salvaguardada por arquivos no Brasil e em Portugal e/ou disponibilizados online, abrangendo fontes produzidas pela administração colonial, registros paroquiais, cartoriais, testamentos,inventários post-mortem, entre outras fontes.
This doctoral thesis is a studyof African slavery and thetransatlantic slave trade in the City of Bahia, during the eighteenth century.It covers the period in which Bahia consolidated its presence on and made the Slave Coast in West Africa its main supplier of enslaved labor, from the end of the seventeen century, until the emergence of the Atlantic revolutions in the last decade of the eighteenth century, a series of transformations that ultimately reconfigured African slavery and the slave trade to the Americas. The slave trade has a privileged space in this research, it is threadthat binds all chapters together. In this way, it seeks to understand the adversity and the disputes involving business men in Lisbonand Salvador. It discusses the needed logistics for the Atlantic slave trade to unfold, mainly the composition of slave ship crews, as well as the construction and maintenance of such ships. Also discussed arethe structure of ownership and the profile of the slave owners in Bahia,demonstrating how the slave trade contributed to disseminate African slavery, transforming poor whites, freed persons and even slaves into slave masters. This work is based on a large volume of document stored in archivesin Brazil and Portugal or available online, which were produced by the colonial metropolitan administration, as well as parish, notarial, and probate records, among other source.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31918
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGH)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE Souza, Daniele Santos de.pdf3.83 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA