DSpace

RI UFBA >
Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia >
Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal nos Trópicos (PPGCAT) >
Dissertações de Mestrado (PPGCAT) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31741

Title: Avaliação do efeito analgésico pós-operatório da eletroacupuntura em cadelas submetidas a mastectomia e ovariohisterectomia
Authors: Pereira, Michelle Neves
???metadata.dc.contributor.advisor???: Lima, Alesandra Estrela da Silva
Keywords: Controle da dor;Analgesia trans-operatória;Medicina tradicional chinesa
Issue Date: 6-Apr-2020
Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito analgésico trans e pós-operatórios da eletroacupuntura em onda denso-dispersa na frequência de 20 Hz, nos pontos IG4, F3, R1, R7 e E36. As cadelas foram submetidas à mastectomia unilateral radical associada a ovariohisterectomia, com mesmo protocolo pré-anestésico, foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos com sete animais. No primeiro grupo (controle- GC) foi realizada falsa eletroacupuntura após a medicação pré-anestésica (MPA), com agulhamento subcutâneo em locais anatomicamente próximos aos pontos protocolados com eletroestimulador acoplado e desligado; no segundo grupo (eletroacupuntura - GE) foi realizada a sessão de eletroacupuntura em onda denso-dispersa, com frequência elétrica contínua de 20Hz nos pontos IG4, F3, R1, R7 e E36, também após a realização da MPA. Foram avaliados frequência cardíaca e respiratória, pressões arteriais sistólica, diastólica e média, temperatura, além da avaliação neuroendócrina com dosagem sérica de cortisol e glicemia. A avaliação de dor pós-operatória foi realizada durante três horas por meio da observação de parâmetros comportamentais e fisiológicos segundo a Escala de dor da Universidade de Melbourne (EDUM). O requerimento analgésico foi realizado com morfina, 0,5mg/kg, por via intramuscular sempre que o escore de dor alcançou valores iguais ou superiores a 13 pontos (total de 27). O GE no pós-operatório imediato (M6) apresentou redução significativa da frequência respiratória e redução da frequência cardíaca, o que denotou conforto e relaxamento pós-cirúrgico; além da ausência da necessidade de requerimento analgésico durante o pós-operatório. O GC apresentou elevação da frequência cardíaca a partir de M4; neste grupo o requerimento analgésico foi realizado em média 15 minutos após M6 em 90% dos animais e entre os fatores de maior relevância observados na escala de Melbourne foram: proteção/reação antes de ser tocado (6/7 animais); inquietação com movimentos contínuos (5/7 animais); agressividade (4/7 animais) e vocalização contínua (6/7animais). Tais fatores foram determinantes para a realização do resgate analgésico. Os resultados obtidos permitem afirmar que o efeito analgésico trans e pós-operatórios promovido pela eletroestimulação em onda denso-dispersa em frequência contínua a 20Hz nos acupontos IG4, F3, R1, R7 e E36 foi capaz de promover ação antinociceptiva superior ao obtido com a morfina em cadelas submetidas à mastectomia unilateral radical e ovariohisterectomia.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31741
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGCAT)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_Michelle.pdf2.25 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA