DSpace

RI UFBA >
Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia >
Programa de Pós-Graduação em Zootecnia (PPGZOO) >
Teses de Doutorado (PPGZOO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31419

Title: RITMOS DIÁRIOS DAS ATIVIDADES DE ENZIMAS DIGESTIVAS, DOS PARÂMETROS IMUNOLÓGICOS E DE ATIVIDADE LOCOMOTORA DA TILÁPIA DO NILO
Authors: Santos, Bartira Guerra
???metadata.dc.contributor.advisor???: Silva, Rodrigo Fortes da
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Vidal, Luiz Vítor Oliveira
Keywords: Amilase;Glicose sanguínea;Protease;Expressão gênica;Rede imunológica rítmica;Tilápia do Nilo - Alimentação e rações;Nutrição animal
Issue Date: 4-Feb-2020
Abstract: O ciclo claro-escuro e a alimentação são fatores sincronizadores dos ritmos biológicos em peixes, fato que demandou a pesquisa ora desenvolvida, cujo objetivo foi avaliar os ritmos das funções fisiológicas, metabólicas e locomotora da tilápia do Nilo. Experimento 1: avaliar a sincronização dos ritmos diários da atividade locomotora, da amilase, da protease alcalina e dos níveis da glicose ao horário de alimentação. Juvenis (n=120) (65,04±0,58g) foram divididos em 2 grupos. Um grupo foi alimentado uma vez ao dia, às 11h (ZT6) (grupo ML) e o outro, alimentado às 23h (ZT18) (grupo MD). A atividade locomotora dos animais foi mensurada por meio de fotocélula fixada nos tanques. A atividade locomotora, bem como análise do Cosinor para os parâmetros de glicose, protease alcalina e amilase foram analisados. Todos os resultados foram expressos como média ± S.E.M. e avaliados por ANOVA one-way, teste de Duncan. Os peixes alimentados em ML demonstraram uma atividade locomotora diurna (74,01% da atividade total) e sincronização ao horário de alimentação. Esse grupo demonstrou antecipação da atividade locomotora ao horário da alimentação. Nos peixes em MD houve um rompimento no padrão diário de atividade locomotora (58,94% período de luz e 41,06%, escuro). A atividade de protease alcalina no intestino médio dos dois grupos (ML e MD) demostrou padrão rítmico diário (COSINOR, P<0,05). A amilase não demostrou padrão rítmico de atividades (COSINOR, P>0,05), nem diferença significativa (P>0,05). Os resultados demonstraram uma variação rítmica diária para a glicose plasmática, Cosinor, P<0,05 e diferença significativa (ANOVA, P<0,05). O horário da alimentação exerceu influência sobre os ritmos diários dos parâmetros comportamentais, fisiológicos e metabólicos da tilápia do Nilo, que demonstrou plasticidade do sistema circadiano com capacidade de controle do padrão de atividade locomotora. Experimento 2: avaliou as variações diárias nas respostas imunológicas e hematológicas de tilápia. Juvenis (n=144) (38.06±0.42g) foram distribuídos em 2 grupos e mantidos em temperatura de 28°C e fotoperíodo 12:12LD. Um grupo foi vacinado contra S. agalactiae (T1) e outro grupo recebeu solução salina como controle (T2). Após trinta dias da imunização todos os peixes foram desafiados com a bactéria S. agalactiae). A atividade de peroxidase demonstrou um ritmo diário (COSINOR, p<0,05), no s peixes do tratamento controle. Os níveis de IgM no soro dos peixes vacinados, demonstrou um padrão rítmico diurno, Cosinor (p<0,05) e diferença significativa entre os pontos de coleta (p<0,05). O grupo controle (T2) apresentou expressões rítmicas gênicas de TGFβ1, TNFα3 e IL12 (COSINOR, p<0,05), todos com acrofase diurna. No grupo controle, o VG e trombócitos demostraram variação rítmica (COSINOR, p<0,05), como também o VG, o VCM e o CHCM demonstraram diferença estatística (p<0,05). Nos peixes vacinados houve diferença significativa para o VG e CHCM (p<0,05). Há evidências de variação diária das funções imunológicas e hematológica da tilápias do Nilo, sincronizadas com o ciclo claro-escuro do dia. Isso reflete a importância da dimensão temporal na gestão do cultivo dessa espécie.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31419
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGZOO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
BARTIRA GUERRA SANTOS - 29-04-2016.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA