DSpace

RI UFBA >
Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia >
Programa de Pós-Graduação em Zootecnia (PPGZOO) >
Dissertações de Mestrado (PPGZOO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/30936

Title: ESTUDO DA VIRAGEM DOS OVOS PROVENIENTES DE MATRIZES PESADAS DE DIFERENTES IDADES EM INCUBADORAS DE PEQUENA ESCALA
Authors: Medrado, Bruno Delphino
???metadata.dc.contributor.advisor???: Barbosa, Vanessa Michalsky
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Fernandes, Lia Muniz Barretto
Keywords: Desenvolvimento embrionário;Eclodibilidade;Frangos de corte;Incubação artificial;Metabólitos plasmáticos
Issue Date: 14-Nov-2019
Abstract: Objetivou-se estudar os efeitos da duração da viragem e da idade da matriz pesada sobre a qualidade dos ovos, o rendimento da incubação e a fisiologia dos pintos de corte em máquinas incubadoras de pequeno porte. Utilizaram-se ovos de matrizes da linhagem Cobb® com idade de 29 e 62 semanas. 100 ovos de cada idade foram utilizados para as análises de qualidade dos ovos. A incubação ocorreu em três máquinas Premium Ecológica® IP200D, onde se incubaram 200 ovos em cada máquina (100 por idade de matriz). Realizaram-se três períodos de viragem: Incubadora 1- viragem contínua até o 7° dia, Incubadora 2- viragem a cada duas horas até o 7° dia e Incubadora 3- viragem a cada duas horas até o 18° dia. Houve influência da idade sobre o peso do ovo e componentes, densidade do ovo, resistência da casca, teor de magnésio e fósforo da casca, unidades Haugh, altura e pH de albúmen e índice de gema. Não houve influência da viragem sobre a eclodibilidade dos ovos férteis. Os ovos de aves jovens apresentaram maior eclodibilidade sobre os ovos férteis do que os ovos das matrizes velhas. Pintos provenientes de ovos de aves jovens nasceram com média de 504 horas de incubação enquanto os pintos provenientes de ovos de aves velhas obtiveram média de 498 horas. Os pintos virados de forma contínua apresentaram maior duração da incubação (502 h), o menor tempo foi observado nos pintos virados por 18 dias (499 h). O peso ao nascer, peso corporal sem o saco vitelino residual (YFBM) e peso absoluto dos órgãos foram significativamente influenciados pela idade da matriz, enquanto que o peso do saco vitelino e SAV/PC também sofreu efeito da duração da viragem. Os embriões virados por 18 dias apresentaram VG de 30% e aqueles com viragem continua apresentaram 26%. Pintos de aves novas apresentaram glicemia significativamente superior em comparação com os pintos de aves velhas. A glicemia foi superior nos pintos virados de forma contínua em comparação com os outros períodos de viragem. A relação heterófilo/linfócito não foi influenciada pela idade da matriz, assim como pelo período de viragem. Concluiu-se que a idade da matriz altera a qualidade dos ovos e interfere no rendimento da incubação. A viragem pode ser interrompida no 7° dia sem prejuízo para a eclodibilidade, e o aumento da frequência neste período mostrou-se ser benéfico ao desenvolvimento embrionário.
The objective was to study the effects of turning period and breeder age on egg quality, incubation yield and physiology of day-old broiler chicks, in small incubators. Eggs produced by Cobb® hens aged 29 and 62 weeks were used. 100 eggs of each age were used for the egg´s quality analysis. The incubation occurred in three incubators Premium ecológica® IP200D, two hundred eggs were incubated in each (100 by hen age). There were three periods of turning: Incubator 1- continuous turning up to the 7th day, Incubator 2- turning every two hours up to the 7th day and Incubator 3- turning every two hours up to the 18th day. There was influence of age on egg weight and components, egg density, resistance, eggshell magnesium and phosphorous content, Haugh units, height and pH of albumen and yolk index. There was no effect from turning on hatchability of fertile eggs. The eggs of young hens showed better fertile hatchability in comparison to eggs of old hens. Chicks of young hen’s eggs hatched with an average of 504 hours of incubation while the chicks of old hen’s eggs obtained average of 498 hours. The chicks had turned continuously presented longer duration of incubation (502 h), the shorter time was observed in chicks turned for 18 days (499 h). Weight at hatch, YFBM and absolute organ weights were significantly influenced by breeder age, while the weight of yolk sac and SAV/PC also was affected by the length of the turn. Embryos turned for 18 days showed VG of 30% and those with turning still presented 26%.Young hen’s chicks exhibited significantly higher blood glucose compared to old hen’s chicks. Blood glucose was higher in chicks turned continuously compared with other periods of turning. The heterophil/lymphocyte ratio was not affected by breeder age, as well as the turning period. It was concluded that the age of the hen changes the quality of eggs and interferes with the yield of incubation. The turning can be stopped on the 7th day without impairment to the hatchability, and the increased frequency during this period appears to be beneficial to the developing embryo.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/30936
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGZOO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Bruno Delphino Medrado.pdf1.44 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA