DSpace

RI UFBA >
Instituto de Física >
Programa de Pós-Graduação em Física (PPGFIS) >
Teses de Doutorado (PPGFIS) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/29822

Title: Observação via espectroscopia infravermelho do efeito oxirredutor do ácido ascórbico nas espécies reativas da prolina induzidas por prótons (H+ ) e elétrons
Authors: Silveira, Tiago Rodrigues
???metadata.dc.contributor.advisor???: Marinho, Ricardo dos Reis Teixeira
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Mendes, Luiz Antonio Vieira
Keywords: Seção de Choque;Aminoácido;Antioxidante;Espectroscopia;Radiólise
Issue Date: 10-Jun-2019
Abstract: Esta Tese tem por objetivo apresentar os resultados da interação de prótons energéticos (energia de 1 MeV) e de elétrons (energia de 2 KeV), com a prolina (C5H9NO2) e ácido ascórbico (C6H8O6). O interesse do estudo da radiólise da prolina, aminoácido natural encontrado no DNA, junto com o ácido ascórbico, que possui característica antioxidante, é avaliar de uma outra ótica o modelo em que moléculas antioxidantes podem minimizar efeitos de processos secundários, como por exemplo, os causados pela produção de radicais livres induzidos na prolina quando esta sofre interação com radiação ionizante. Para isso, foi incidido íons H+ (produzidos no acelerador Van de Graaff PUC-RJ) sobre a prolina e o ácido ascórbico, separadamente, e depois a mistura destes nas seguintes proporções: uma parte de ácido ascórbico para uma prolina (1:1), duas partes de ascórbico Ácido para uma de prolina (2:1) e quatro partes de ácido ascórbico para uma de prolina (4:1). Este mesmo procedimento foi realizado no Laboratório de Espectroscopia Molecular e Filmes (LEMFF) do IF-UFBA para a colisão de elétrons com as mesmas amostras. Utilizando-se da técnica de Espectroscopia no Infravermelho por Transformada de Fourier (FTIR), foram obtidas as curvas de absorbância em função da fluência, curvas estas que forneceram os valores das seções de choque de destruição e rearranjo das bandas da prolina, ácido ascórbico e também para a mistura destes compostos em diferentes proporções. Estes valores das seções de choque e a análise das bandas com a fluência ajudam a compreender como pode ocorrer tanto o processo antioxidante, quanto o processo oxidante da prolina no processo de radiólise.
This thesis aims to present the results of the interaction of energetic protons (1 MeV energy) and electrons (2 KeV energy), with proline (C5H9NO2) and ascorbic acid (C6H8O6). The interest in the study of the radiolysis of proline, a natural amino acid found in DNA, together with ascorbic acid, which has antioxidant properties, is to evaluate from another perspective the model in which antioxidant molecules can minimize the effects of secondary processes, such as caused by the production of free radicals induced in the proline when it undergoes interaction with ionizing radiation. For this, we apply H+ ions (produced on the Van de Graaff accelerator PUC-RJ) on proline and ascorbic acid separately, and then mix them in the following proportions: a part of ascorbic acid for a proline (1:1), two parts of ascorbic acid to one of proline (2:1) and four parts of ascorbic acid to one of proline (4:1). This same procedure was performed in the Laboratory of Molecular Spectroscopy and Films (LEMFF) of the IF-UFBA for the collision of electrons with the same samples. Using the Fourier Transform Infrared Spectroscopy (FTIR) technique, the absorbance curves were obtained as a function of the creep, which provided the values of the cross and destruction sections of the proline bands, ascorbic acid and also for the mixture of these compounds in different proportions. These values of the cross sections and the analysis of the bands with the fluency help to understand how the antioxidant process occurs, as well as the oxidative process of the proline in the process of radiolysis.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/29822
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGFIS)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese 2_versão final.pdf2.41 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA