DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Medicina da Bahia >
Pós-Graduação em Medicina e Saúde (PPGMS) >
Teses de Doutorado (PPGMS) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/29305

Title: Investigação funcional da viabilidade de implante ósseo em um novo modelo animal de osteonecrose por meio de radiomarcadores
Authors: Schiper, Luis
???metadata.dc.contributor.advisor???: Badaró, Roberto José da Silva
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Faintuch, Bluma Linkowski
Keywords: Necrose óssea;Angiogênese;Enxerto ósseo;Radiotraçadores sistêmicos;Fêmur;Bolsa abdominal;Tecnécio-99m;Modelo experimental
Issue Date: 12-Apr-2019
Abstract: Objetivo: Um segmento ósseo com necrose não é uma novidade em Ortopedia, no entanto, métodos de imagem convencionais podem perder o diagnóstico precoce, ou a extensão da doença. Com o objetivo de desenvolver um novo modelo animal para estudar a osteonecrose, foi realizada a implantação de um fêmur desvascularizado em uma bolsa abdominal subcutânea de camundongo, utilizando radioisótopos no diagnóstico e monitoração, a longo prazo, deste transtorno. A fim de manter a mobilidade e a longevidade dos animais, o fêmur foi colhido a partir de doadores singênicos, o que também elimina a rejeição e mantém um padrão de isquemia pura, sem resposta imunológica. Foram selecionados dois radiotraçadores de Tecnécio-99m, dirigidos à angiogênese e matriz óssea respectivamente. Métodos: O ácido medrônico e um peptídeo homodímero conjugado com RGDfK, foram radiomarcados com Tecnécio-99m. A biodistribuição e demais procedimentos foram avaliados em camundongos Swiss. Os fêmures enxertados e de controle foram avaliados depois de 15, 30 e 60 dias, incluindo a cintilografia, a tomografia computadorizada e a análise histológica. Resultados: A pureza radioquímica dos radiomarcadores foi superior a 95%. A biodistribuição demonstrou uma boa depuração sanguínea após 1 hora da administração dos radiotraçadores. Para o 99mTc-HYNIC-E-[c(RGDfK)]2, observou-se uma excreção renal acentuada, comparada ao 99mTc-MDP. Porém, este último, como esperado, mostrou alta captação óssea. Os resultados das captações no fêmur controle (não isquêmico) foram iguais em todos os tempos avaliados. No fêmur implantado o 99mTc-HYNIC-E-[c(RGDfK)]2 teve a absorção mais elevada após 15 dias da enxertia, de acordo com a angiogênese precoce esperada nas circunstâncias. No que diz respeito ao 99mTc-MDP no implante, absorções semelhantes foram documentadas em todos os momentos, em consonância com viabilidade óssea sustentada, mas elas foram menores do que no fêmur controle, como foi confirmado pela histologia. Conclusões: O diagnóstico de viabilidade do enxerto por radiomarcadores sistêmicos é um método sensível para demonstração precoce de isquemia e necrose óssea, além de poder monitorizar a angiogênese utilizando-se o radiomarcador isotópico. 99mTc-HYNIC-E-[c(RGDfK)]2 Também a vitalidade global do enxerto pôde ser demonstrada com auxílio do marcador ácido medrônico; esta técnica pode constituir-se em alternativas de diagnóstica, devido sua praticidade e conveniência, com poteEnxerto ósseo, Radiotraçadores sistêmicos, Fêmur. Bolsa abdominal, Tecnécio-99m, Modelo experimentalnciais aplicações clínicas.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/29305
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGMS)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
SCHIPER S-2017.pdf1.37 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA