DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Medicina da Bahia >
Pós-Graduação em Medicina e Saúde (PPGMS) >
Dissertações de Mestrado (PPGMS) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/29156

Title: Influência Da Obesidade E Do Seu Tratamento Cirúrgico Na Saúde Bucal
Authors: Bastos, Isis Henriques de Almeida
???metadata.dc.contributor.advisor???: Daltro, Carla Hilário da Cunha
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Campos, Elisângela de Jesus
Keywords: Obesidade;Cirurgia bariátrica;Saúde bucal;Erosão dentária;Cárie dentária;Xerostomia
Issue Date: 3-Apr-2019
Abstract: A obesidade está associada a várias comorbidades, distúrbios metabólicos e possivelmente com alterações bucais. A cirurgia bariátrica é uma modalidade terapêutica para esta condição, que resulta em perda de peso significativa e sustentável, entretanto efeitos adversos podem ocorrer e repercutir na cavidade bucal. Objetivo: identificar as características relacionadas à saúde bucal de um grupo de pacientes obesos antes e após a realização da cirurgia bariátrica. Métodos: estudo de coorte realizado com indivíduos obesos encaminhados para cirurgia bariátrica em um centro privado para tratamento da obesidade em Salvador, Bahia. O instrumento de pesquisa, questionário aplicado sob a forma de entrevista, investigou dados sociodemográficos, história médica e odontológica, hábitos alimentares e de higiene bucal. Além disso, foi realizada a revisão dos prontuários médicos dos pacientes. As entrevistas foram realizadas antes e 5-7 meses após a cirurgia bariátrica. Resultados: 103 pacientes foram incluídos no estudo, 83 (80,6%) do sexo feminino, mediana da idade foi 37,0 (32,0-43,0) anos e do índice de massa corporal 39,4 (37,2-42,8) Kg/m2 no pré-operatório e 29,2 (27,3-32,0) Kg/m2 no pós-operatório. Os hábitos de higiene bucal foram semelhantes antes e após a cirurgia bariátrica (p < 0,05), exceto a frequência do uso do fio dental que melhorou após a cirurgia (p = 0,039). Em relação aos fatores de risco para erosão dentária, houve aumento após a cirurgia dos relatos de vômitos frequentes (p < 0,001) e dos relatos de consumo diário de frutas ácidas (p < 0,001), entretanto houve redução no consumo frequente de bebidas ácidas (p = 0,002). Quanto ao consumo de sacarose, fator de risco para cárie dentária, houve redução (p < 0,001). Também foi observado aumento dos relatos da halitose (p = 0,002), xerostomia (p < 0,001) e dificuldade para deglutir (p < 0,001) após a cirurgia. Conclusão: os indivíduos obesos apresentaram fatores de risco para doenças bucais, entretanto esses fatores foram diferentes antes e após a cirurgia bariátrica. A avaliação e acompanhamento odontológicos são essenciais para a prevenção de complicações bucais nos períodos pré e pós-operatório e promoção da saúde bucal.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/29156
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGMS)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação Final - Isis Henriques de A Bastos.pdf5.33 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA