DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Programa de Pós-Graduação em Geoquímica: Petróleo e Meio Ambiente (POSPETRO) >
Dissertações de Mestrado (POSPETRO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28940

Title: Modelagem cinética microbiana aplicada na degradação do petróleo de campos presente no sedimento de manguezal
Authors: Franco, Evelin Daiane Serafim Santos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Moreira, Ícaro Thiago Andrade
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Oliveira, Olívia Maria Cordeiro
Keywords: modelagem cinética;biodegradação;petróleo;sedimento
Issue Date: 20-Mar-2019
Abstract: Os derramamentos petrolíferos são um dos principais aspectos ambientais que afetam a salubridade e a diversidade de microrganismos em ecossistema de manguezal. A dificuldade de acesso a este ecossistema limita a adoção de técnicas de remediação. O uso da modelagem cinética para a compreensão da cinética de bioprocessos é uma ferramenta promissora e relevante para prever os bioprodutos que podem ser gerados durante a mineralização de compostos e para redução de custos com a aplicação de tecnologias prolongadas de remediação. Dentre as tecnologias comumente utilizadas para o tratamento de sedimentos contaminados por petróleo estão a biorremediação e a fitorremediação, as quais possuem como principais vantagens o baixo custo e impacto ambiental adverso ao ecossistema. Para elaboração deste trabalho realizouse pesquisas bibliográfica, de campo e experimental. Os resultados utilizados para elaboração desta dissertação foram distribuídos em três artigos. O primeiro artigo foi uma revisão sistemática, cujo objetivo foi comprovar a aplicabilidade do modelo Monod e das versões adaptadas deste modelo na avaliação da cinética de biodegradação de poluentes orgânicos em solos e sedimentos. O objetivo do segundo artigo foi avaliar a eficiência do biorreator na cinética de biodegradação do sedimento de manguezal contaminado com petróleo da bacia de Campos. No terceiro artigo verificou-se a validade do modelo de Simkins e Alexander (1984) aplicado para explicar a biodegradação do sedimento de manguezal contaminado por petróleo da bacia de Campos. Foi comprovado através da revisão sistemática que o modelo de Monod e as versões adaptadas deste modelo podem auxiliar na avaliação da cinética de bioprocessos, na compreensão e previsão da biodegradação de poluentes orgânicos e na otimização da eficiência de biorreatores. Por meio do terceiro artigo foi possível constatar a validade da aplicação do modelo de Simkins e Alexander (1984) para explicar o processo de biodegradação do sedimento de manguezal contaminado por petróleo da bacia de Campos. No segundo artigo foi verificado que o biorreator utilizado nesta pesquisa foi eficiente para avaliar a cinética de biodegradação dos hidrocarbonetos totais do petróleo.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28940
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (POSPETRO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTA_FRANCO (VERSÃO CD_DOC).pdf2.08 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA