DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH) >
Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) >
Teses de Doutorado (PPGH) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28842

Title: A imprensa baiana e o americanismo na guerra contra o Eixo (1942 - 1945)
Authors: Silva, Raquel Oliveira
???metadata.dc.contributor.advisor???: Sena Junior, Carlos Zacarias Figueiroa de
Keywords: Bahia;Redemocratização;Imprensa;Americanismo;Segunda Guerra Mundial
Issue Date: 14-Mar-2019
Abstract: O objetivo desta pesquisa é analisar o reforço de um discurso favorável às instituições políticas, modelo econômico e padrão de vida dos Estados Unidos, disseminado nas páginas dos jornais editados em Salvador, entre os anos de 1942 e 1945. Discutimos o projeto de aproximação entre o país norte-americano e o Brasil, mais especificamente a Bahia, enfocando na atuação da Agência do Coordenador dos Assuntos Interamericanos (OCIAA), órgão governamental estadunidense que visava superar a influência do Eixo sobre a América Latina. Verificamos as articulações das classes dirigentes baianas a favor da difusão do americanismo na sociedade local, e as vinculações entre o processo de redemocratização do Brasil e o discurso sobre a democracia norte-americana na imprensa da Bahia. Investigamos de que forma as relações comerciais entre o Brasil e os Estados Unidos apareceram nos periódicos da capital baiana e a maneira pela qual a publicidade jornalística contribuiu para o esforço de guerra ianque. Além disso, analisamos os argumentos da imprensa baiana em defesa do panamericanismo e as impressões de baianos ao viajarem para os Estados Unidos, alguns deles patrocinados pelo próprio governo norte-americano, como foi o caso de médicos, estudantes e jornalistas como Simões Filho, diretor do jornal A Tarde, e Wilson Lins, redator-chefe de O Imparcial. Mostramos como a imprensa baiana buscou propagar a existência de uma aproximação entre a Bahia e os Estados Unidos, do ponto de vista cultural e intelectual. Abordamos outros aspectos nos periódicos de Salvador sobre o americanismo, como o reforço de estereótipos sobre a América Latina e a questão do racismo nos Estados Unidos. E por fim, observamos a cobertura dos jornais baianos sobre a União Soviética e os comunistas, bem como acerca do Eixo e seus simpatizantes no Brasil.
The objective of this research is to analyze the reinforcement of a favorable discourse about political institutions, economic model and standard of living of the United States, disseminated in the pages of newspapers published in Salvador, between the years of 1942 and 1945. We discussed the project of approximation between American country and Brazil, specifically Bahia, focusing on the work of the Office of the Inter-American Coordinator of Inter-American Affairs (OCIAA), a US government agency that aimed to overcome German’s influence on Latin America, during World War II. We verified the articulations of Bahia’s ruling classes in favor of the diffusion of Americanism in local society, and the links between the process of redemocratization in Brazil and the discourse on American democracy in Bahia’s press. We saw how trade relations between Brazil and the United States have appeared in the periodicals of Bahia’s capital and the manner in which newspaper advertising has contributed to the Yankee war effort. In addition, we analyzed the arguments of Bahia’s press in defense of PanAmericanism and the impressions of Bahia’s people traveling to the United States, some of them sponsored by the US government itself, such as doctors, students and journalists such as Simões Filho, A Tarde’s director, and Wilson Lins, O Imparcial’s editor-in-chief. We showed how Bahia’s press sought to propagate the existence of an approximation between Bahia and the United States, from a cultural and intellectual point of view. We discussed other aspects in Salvador's periodicals about Americanism, such as the reinforcement of stereotypes about Latin America and the question of racism in the United States. And finally, we saw the coverage of Bahia’s newspapers on the Soviet Union and the communists, as well as on the Axis and its sympathizers in Brazil.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28842
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGH)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
0 - Tese_Raquel_O_Silva.pdf5.42 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA