DSpace

RI UFBA >
Instituto de Psicologia >
Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPSI) >
Teses de Doutorado (PPGPSI) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28830

Title: Bem-estar, comprometimento e voz: um modelo explicativo da relação indivíduo-trabalho-organização na perspectiva da psicologia positiva
Authors: Carneiro, Laila Leite
???metadata.dc.contributor.advisor???: Bastos, Antônio Virgílio Bittencourt
Keywords: bem-estar do trabalhador;comprometimento organizacional;voz pró-social;modelo recursos e demandas;Psicologia positiva
Issue Date: 14-Mar-2019
Abstract: Apesar da necessidade de construir relações positivas entre o trabalhador, seu trabalho e a organização na qual atua, as quais fomentem fenômenos como bem-estar, comprometimento e voz nas organizações, ainda se conhece pouco a respeito de como estes três se relacionam, especialmente no estado da arte brasileira. Ancorada no movimento da psicologia positiva e no modelo teórico de demandas e recursos (Job Demands-Resources Model – JD-R) (Demerouti et al., 2001), esta tese apresenta como objetivo central propor um modelo teórico-empírico que represente as associações que se estabelecem entre estes três fenômenos, considerando ainda a influência do suporte organizacional e de características individuais como o lócus de controle e a auto eficácia. Para tanto, foram operacionalizados cinco passos específicos. O primeiro foi analisar conceitual e empiricamente o fenômeno “bem-estar relacionado ao trabalho”, buscando identificar sobreposições e/ou os limites entre diferentes medidas do construto. Identificou-se que a medida utilizada por Paschoal e Tamayo (2008) apresentou vantagens em termos conceituais e empíricos, estando em consonância com o movimento recente do campo de junção das duas bases teóricas clássicas utilizadas na compreensão deste fenômeno. Esta foi a medida escolhida para a pesquisa empírica, quantitativa e de natureza transversal, que se conduziu sequencialmente. A partir dos dados coletados entre 360 trabalhadores brasileiros, comparou-se diferentes modelos de mensurar e interpretar o bem-estar no trabalho (BET), buscando evidências empíricas que sustentem a melhor estratégia para pesquisa sobre o construto (uni ou multidimensional). Percebeu-se, então, que a interpretação deste fenômeno a partir de um indicador único é viável e mais adequada quando se pretende ter uma compreensão mais globalizada a seu respeito. Uma vez melhor esclarecidas questões relativas ao processo de mensuração do BET, seguiu-se na investigação sobre a associação entre o BET e o comprometimento organizacional (COMP), identificando se estes se comportam como fenômenos equivalentes, correlatos ou se o bem-estar é antecedente ou consequente do comprometimento. Foram encontrados indícios de que o BET e o COMP se influenciam mutuamente, sendo que a maneira como o indivíduo se sente em relação ao seu trabalho contribui para o fortalecimento do vínculo de identificação com a organização e vice-versa, podendo a direção desta associação ser melhor explicada na presença de outras variáveis. O quarto passou consistiu em descrever como os comportamentos de voz pró-social (VPS) se manifestam em diferentes grupos socio-ocupacionais, analisando, ainda, o poder preditivo do BET sobre estes comportamentos. Neste ponto, a tese contribuiu para a compreensão de um fenômeno ainda embrionário no estado da arte no Brasil, a VPS, identificando, ainda, que o BET é capaz de prever a VPS, informação esta não testada previamente nas pesquisas internacionais às quais se teve acesso. Por fim, a última etapa consistiu em submeter a teste modelos alternativos que expliquem a relação estabelecida entre o BET, o COMP e o comportamento de VPS sobre a influência de recursos organizacionais e individuais. Os resultados demonstraram que o COMP é um preditor direto de VPS, mediando a relação que o BET estabelece com este comportamento. Além disso, concluiu-se que JD-R é um modelo adequado na explicação da ocorrência destes fenômenos (X2/gl = 1,653; GFI = 0,917; CFI = 0,977; TLI = 0,973; RMSEA = 0,043), indicando que os recursos, tanto de ordem individual quanto de ordem organizacional, são determinantes na vivência do BET, no estabelecimento do COMP e na emissão da VPS, sendo, conforme esperado, a relação mais intensa entre os recursos exógenos e o COMP e entre os recursos endógenos e o BET e a VPS.
Despite the need to build positive relationships between workers, their work and the organization in which they operate, which foster phenomena such as well-being, commitment and voice in organizations, little is known about how these three relate, especially in state of Brazilian art. Based on the movement of positive psychology and the theoretical model of demands and resources (JD-R) (Demerouti et al., 2001), this thesis proposes a theoretical-empirical model that represents the associations that are established between these three phenomena, considering also the influence of organizational support and individual characteristics as the locus of control and self-efficacy. To this end, five specific steps were implemented. The first was to analyze conceptually and empirically the phenomenon "work-related well-being", seeking to identify overlaps and / or boundaries between different measures of the construct. It was identified that the measure used by Paschoal and Tamayo (2008) presented advantages in conceptual and empirical terms, being in line with the recent movement of the field of junction of the two classical theoretical bases used in the understanding of this phenomenon. This was the measure chosen for empirical research, quantitative and cross-sectional, which was conducted sequentially. Based on data collected from 360 Brazilian workers, we compared different models of measuring and interpreting well-being at work (WBW), seeking empirical evidence to support the best strategy for research on the construct (uni or multidimensional). It was then realized that the interpretation of this phenomenon from a single indicator is feasible and more adequate when it is intended to have a more globalized understanding about it. Once questions about the process of measuring WBW have been clarified, research on the association between well-being and organizational commitment (OC) has been followed, identifying whether they behave as equivalent, correlated phenomena or whether the well-being is antecedent or consequent of commitment. Evidence has been found that WBW and OC influence each other, hence, how the individual feels about his or her work contributes to strengthening the identification bond with the organization and vice versa, and the direction of this association can be better explained in the presence of other variables. The fourth section consisted of describing how the pro-social voice (PSV) behaviors manifest in different socio-occupational groups, also analyzing the predictive power of WBW on these behaviors. In this point, the thesis contributed to the understanding of a still embryonic phenomenon in the state of the art in Brazil, the PSV, also identifying that the WBW can predict the PSV, information not previously tested in the international researches accessed. Finally, the last step was to test alternative models that explain the relationship established between WBW, OC and PSV behavior under the influence of organizational and individual resources. The results demonstrated that the OC is a direct predictor of PSV, mediating the relation that the BET establishes with this behavior. In addition, it was concluded that JD-R is an adequate model in explaining the occurrence of these phenomena (X2/gl = 1,653; GFI = 0,917; CFI = 0,977; TLI = 0,973; RMSEA = 0,043), indicating that the resources, both of an individual order and of an organizational order, are determinant in the WBW experience, in the establishment of OC and in the emission of PSV and, as expected, the most intense relationship were between exogenous resources and the OC, and between endogenous resources and WBW and PSV.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28830
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGPSI)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese Versão Depósito - Laila Carneiro.pdf3.95 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA