DSpace

RI UFBA >
Escola Politécnica >
Mestrado em Meio Ambiente, Água e Saneamento (MAASA) >
Dissertações de Mestrado (MAASA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28713

Title: Avaliação da qualidade microbiológica do composto produzido em composteira doméstica UNIFAMILI
Authors: Miyamoto, Hitomi Pires
???metadata.dc.contributor.advisor???: Zanta, Viviana Maria
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Vich, Daniele Vital Vich
Keywords: Compostagem doméstica;Compostagem em pequena escala;Resíduos de alimentos;Composto orgânico;Qualidade microbiológica
Issue Date: 22-Feb-2019
Abstract: A compostagem doméstica é uma opção tecnológica de reciclagem capaz de reinserir os resíduos orgânicos (RO) gerados pelas atividades humanas no ciclo produtivo. Esse trabalho avaliou o processo de compostagem de resíduos de alimentos com lascas de madeira (LMa) quanto aos parâmetros físicos, químicos e microbiológicos, dando ênfase à qualidade microbiológica do composto orgânico produzido em composteira doméstica de pequena escala. A análise foi realizada por meio do comportamento temporal dos parâmetros temperatura, pH, umidade, sólidos totais voláteis (STV), carbono orgânico total (COT), nitrogênio total Kjeldahl (NTK), relação C/N, coliformes totais e Escherichia coli. As LMa e os RA foram utilizados na proporção de 2:1 em volume (v:v), respectivamente. O sistema de compostagem foi constituído por um conjunto de 20 composteiras com volume de 22 L e com aeração natural. Cada composteira foi amostrada uma única vez, respeitando intervalos de tempo pré-definidos, totalizando 111 dias de experimento. Observaram-se picos de temperaturas em torno de 45°C, após 16,5 horas de experimento, que foi mantida por cerca de 5 horas. A umidade e a relação C/N inicial foram iguais a 71,2 ± 1,42 e 52,2, respectivamente, atingindo ao final do tempo de observação valores de 62,8 ± 0,09 para umidade e 22,8 para a relação C/N. Os valores de pH aumentaram de 4,86 ± 0,03 para 7,96 ± 0,01. A concentração de NTK aumentou de 0,68% para 1,49% e o COT aumentou de 35,4%±1,2 para 40,3 ± 0,5 até o 19º dia, mas, reduziu para 34% ao final do experimento. Constatou-se a presença de alta concentração de coliformes totais (8,6 x 106 NMP/g(ST)) e E. coli (13,5 x 10² NMP/g(ST)) inicial, contudo, durante o processo a concentração reduziu gradualmente alcançando níveis de 43,7 x 104 NMP/g(ST) para coliformes totais e menor do que 1 NMP/g(ST) para a população de E. coli no produto final, estando, de acordo com o permitido pela legislação brasileira. Ao final de 111 dias a redução de matéria orgânica biodegradável em STV foi de, aproximadamente, 53 % e a sanitização do composto foi obtida após 68 dias. Concluiu-se que, no presente estudo, a sanitização do composto produzido em pequena escala foi devido ao tempo de duração do processo.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28713
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (MAASA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertacao_Final_Maasa_MIYAMOTO_HITOMI_2016_impresso2017.pdf2.44 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA