DSpace

RI UFBA >
Instituto de Letras >
Pós-Graduação em Literatura e Cultura (PPGLITCULT) >
Dissertações de Mestrado (PPGLITCULT) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28636

Title: SOB CUSTÓDIA E O JEJUM E A FESTA: AS RELAÇÕES DE PODER E A DESCOLONIZAÇÃO DOS SUJEITOS EM ANITA DESAI.
Authors: Santos, Sandra de Jesus dos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Herrera, Antonia Torreão
Keywords: Desai, Anita;Índia;Descolonização;Sujeitos;Poder;Literatura indiana - Análise e crítica
Issue Date: 19-Feb-2019
Abstract: Os estudos pós-coloniais cresceram, exponencialmente, na segunda metade do século XX, corroborando com o quadro político-social de descolonização de colônias africanas e asiáticas e, sobretudo, pela efervescência das rupturas epistemológicas fomentadas e debatidas por intelectuais em vários campos como os estudos culturais e os estudos subalternos. Neste contexto, a escritora e intelectual indiana, Anita Desai, produz obras ficcionais, as quais acentuam o cenário sócio-cultural da Índia pós-independência. Mediante uma narrativa com traços psicológicos, Desai pode apresentar uma Índia híbrida e cheia de contrastes, a qual, por um lado, possui um olhar sobre sua cultura filosófica hindu e, por outro lado, fita os olhos no presente e gradativo processo de descolonização. Ao analisar os romances In Custody (1984), traduzido no Brasil como Sob Custódia (1988) e o romance Fasting Feasting (1999), traduzido em Portugal por O jejum e a Festa (1999), percebe-se o hibridismo identitário dos sujeitos, cujas existências estão atravessadas e, por vezes, subalternizadas por estruturas de poder, oriundas tanto da colonização britânica quanto da tradição indiana. Nestas narrativas da autora diaspórica, Anita Desai, é abordada a multiplicidade cultural presente na Índia, com suas diversas línguas e religiões e, são, também, salientados, os deslocamentos epistêmicos e subjetivos dos indivíduos pós-colonizados. A partir das questões apresentadas, a presente pesquisa objetiva analisar os romances Sob custódia (1988) e O jejum e a Festa (1999) com o intuito de perceber, nos diversos elementos narrativos, a resistência dos sujeitos pós-coloniais frente a estruturas de poder na Índia independente. A pesquisa busca, também, mapear as estratégias intelectuais e criativas de Desai e progredir na reflexão teórica sobre a representação da intelectual diaspórica na contemporaneidade, delineando os aspectos sócio-históricos, cuja presença atravessa a prosa da escritora indiana.
Postcolonial studies grew, exponentially, in the second half of the twentieth century, corroborating the socio-political framework of decolonization of African and Asian colonies and, above all, by the effervescence of epistemological ruptures fostered and debated by intellectuals in various fields, such as cultural studies and subaltern studies. In this context, the Indian writer and intellectual, Anita Desai, produces fictional works, which accentuate the India's post-independence socio-cultural scene. Through a narrative with psychological traits, Desai can present a hybrid and contrasting India, which, on the one hand, has a look at its Hindu philosophical culture and, on the other hand, stares the present and gradual process of decolonization. In analyzing the novels In Custody (1984), translated in Brazil as Sob Custódia (1988) and the novel Fasting Feasting (1999), translated in Portugal by O Jejum e a Festa (1999), one can perceive the identity hybridism of the subjects, whose existences are crossed and sometimes subalternized by structures of power, derived both from British colonization and Indian tradition. In these narratives of the diasporic author, Anita Desai, is addressed the cultural multiplicity present in India with its different languages and religions. And the epistemic and subjective displacements of the post-colonized individuals are also highlighted. From the questions presented, this research aims to analyze the novels Sob Custódia (1988) and O Jejum e a Festa (1999) in order to perceive, in the various narrative elements, the resistance of the postcolonial subjects against structures of power in independent India. The research also seeks to map Desai's intellectual and creative strategies and to progress in the theoretical reflection on the representation of the diasporic intellectual in contemporaneity, delineating the socio - historical aspects, whose presence crosses the indian writer 's prose.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28636
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGLITCULT)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação 1 de Fevereiro-Versão Final pdf.pdf1.3 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA