DSpace

RI UFBA >
Instituto de Letras >
Pós-Graduação em Literatura e Cultura (PPGLITCULT) >
Teses de Doutorado (PPGLITCULT) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28129

Title: Sindicalismo, piratas e cabelo chanel: leituras de reciclagem cultural em obras de Laerte
Authors: Oliveira, Cláudio José Meneses de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Ramos, Ana Rosa Neves
Keywords: História em quadrinho;Coutinho Laerte – 1951;Cultura - Reciclagem;Imprensa sindical;Grande imprensa;Underground comix;Mainstream;Tiras livres;Gênero;Travesti;Cultural recycling;Comics;Union press;Genre;Transvestite
Issue Date: 7-Dec-2018
Abstract: A presente tese se dedica a analisar como pode se manifestar a reciclagem cultural em obras do quadrinista Laerte. A fim de alcançar este resultado, foi realizada uma pesquisa de base diacrônica, de modo a investigar exemplos de produtos elaborados por Laerte ao longo de seus mais de 40 anos de carreira. Para efeitos desta pesquisa, considerou-se a obra do quadrinista como dividida em três fases: a primeira delas, envolvendo o período em que trabalhava para órgãos sindicais e para a grande imprensa, durante a ditadura militar brasileira, para o estudo da qual foram selecionados caricaturas, cartuns e charges; a segunda, compreendendo o momento em que desenvolveu um trabalho voltado mais à crítica de costumes e exploração da sexualidade, em conexão com o movimento estadunidense dos underground comix, após a reabertura democrática, em que foram selecionadas histórias em quadrinhos longas; a terceira, por fim, iniciando em meados da metade da primeira década do século XXI e seguindo até o presente, focalizando experimentações formais, questionamento da obrigatoriedade do humor para a tira e olhar gendrado, estudada a partir do gênero que foi o mais abundante sobre o qual se debruçou Laerte – as tiras. Foi também realizada nesta tese uma discussão sobre o conceito de histórias em quadrinhos. Dentre os vários teóricos consultados, pode-se citar Walter Moser (1993, 1995, 1999, 2000, 2001, 2007, 2009), Thierry Groensteen (2007, 2009, 2010a, 2010b, 2010c, 2011), Paulo Ramos (2005, 2006, 2009a, 2009b, 2010a, 2010b, 2011, 2012a, 2012b, 2013a, 2013b) e Judith Butler (1990, 1993, 1996, 1997a, 1997b, 2002, 2004). Considerando a extensão do período de atividade pesquisado na obra de Laerte, os resultados encontrados variaram em casa fase. Na primeira, a investigação sobre reciclagem cultural não encontrou muitos exemplos nas publicações para imprensa sindical, talvez em função da forte polarização política que norteava a construção das imagens; contudo, nas charges para a grande imprensa estudadas, de orientação temática um pouco mais frouxa, foi verificado um número maior de manifestações de reciclagem cultural, voltadas, sobretudo, para a apropriação e discussão de símbolos imagéticos. Na segunda fase, foi encontrado maior teor de reciclagem da História, com posturas iconoclastas diante da ordem social estabelecida e do próprio status das histórias em quadrinhos do mainstream. Na terceira fase, por fim, há reciclagem cultural nas experimentações formais e de conteúdo, com as tiras livres, e discussão engajada de gênero, produzida num contexto em que Laerte se define como travesti e milita ativamente na ampliação da discussão de questões de gênero.
This thesis is devoted to analyze the way cultural recycling could be manifested in works made by the cartoonist Laerte. To achieve this result, a survey of diachronic basis was done, in order to investigate examples of products manufactured by Laerte over his 40-year career. For the purposes of this research, the work of the cartoonist was considered as divided into three phases: the first, involving the period in which he worked for trade union bodies and the mainstream press, during the Brazilian military dictatorship, which for the study were selected caricatures and cartoons; the second, comprising the moment in which he developed a work focused in the criticism of customs and the exploration of sexuality, in connection with the American underground comix movement, after redemocratization, where long stories in comics have been selected; the third, finally, starting in the mid-half of the first decade of this century and continuing until present, focusing on formal experimentation, questioning the obligation of humor for the strip and gendered look, studied from the genre that was the most abundant on which Laerte has work – the strips. This thesis includes also a discussion on the concept of comics. Among the various theorists consulted, Walter Moser (1993, 1995, 1999, 2000, 2001, 2007, 2009), Thierry Groensteen (2007, 2009, 2010a, 2010b, 2010c, 2011), Paulo Ramos (2005, 2006, 2009a, 2009b, 2010a, 2010b, 2011, 2012a, 2012b, 2013th, 2013b) and Judith Butler (1990, 1993, 1996, 1997a, 1997b, 2002, 2004) can be mentioned. Considering the extent of the activity period researched in the work of Laerte, the results varied in every stage. At first, the research on cultural recycling did not find many examples in union publications to press, perhaps due to the strong political polarization that guided the construction of images; however, in the selected cartoons made for the mainstream media, with a little looser thematic orientation, a greater number of expressions of cultural recycling were found, geared especially to the appropriation and discussion of pictorial symbols. In the second phase, a higher level of History recycling was found, presenting iconoclastic attitudes on the established social order and the very status of the comics mainstream. Finally, in the third phase, there are cultural recycling in formal and contents experimentations, with tiras livres and the engaged gender discussion, produced in a context in which Laerte defines himself as a transvestite and actively militates in expanding the discussion of gender issues.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28129
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGLITCULT)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Claudio Jose Meneses de Oliveira.pdf14.27 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA