DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (OCEANOGRAFIA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27586

Title: Baía de Camamu: uma provável área de referência
Authors: Espinheira, Camilla Caricchio
???metadata.dc.contributor.advisor???: Hatje, Vanessa
Keywords: Metais traço;Monitoramento ambiental;Área de referência
Issue Date: 3-Oct-2018
Abstract: Áreas de referência são caracterizadas por serem locais pristinos, bem preservados ou pouco impactados, e constituem uma das principais ferramentas utilizadas em estudos de monitoramento ambiental. No presente trabalho, os padrões de distribuições dos elementos maiores e menores nos sedimentos da Baía de Camamu foram avaliados visando detectar o potencial da região como uma área de referência. Foram realizadas amostras superficiais e testemunho nos sedimentos ao longo da Baía de Camamu para determinação dos teores de metais. Secundariamente foram analisados os teores de HPAs, carbono, nitrogênio, granulometria e estrutura da assembléia bentônica. Os metais foram normalizados com alumínio e foram identificadas as estações que apresentavam indício de alteração antrópica. Os teores “background” foram determinados através de regressão linear para os elementos Cd, Cr, Fe, Mg, Mn, Ni, Si e Zn. Os sedimentos da Baía de Camamu são compostos, predominantemente, por areia. Os resultados de nitrogênio e carbono indicaram que a região não apresenta aporte significativo de efluentes domésticos. Em termos dos metais analisados, a maior parte da Baía de Camamu encontra-se em seu estado natural, e as concentrações, em geral, não oferecem risco de efeitos adversos à biota. As diferenças ao longo do perfil vertical foram atribuídas às variações naturais do ambiente, e as concentrações estavam dentro do intervalo “background” estipulado. Em comparação com outras áreas costeiras impactadas, os teores de metais encontrados para a Baía de Camamu são menores. Com base no que foi estudado neste trabalho, é possível concluir que a Baía de Camamu encontra-se em bom estado de preservação e que grande parte de sua área pode ser considerada como uma área de referência para estudos de monitoramento ambiental no âmbito dos metais estudados.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27586
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (OCEANOGRAFIA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Monografia_Camilla_Caricchio.pdf2.28 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA