DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (OCEANOGRAFIA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27577

Title: O método da biorremediação aplicado na limpeza de substrato de manguezal impactados por petróleo, na Baía de Todos os Santos - Bahia
Authors: Santana, Robson Carneiro
???metadata.dc.contributor.advisor???: Oliveira, Olívia Maria Cordeiro de
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Garcia, Karina Santos
Keywords: Biorremediação;Bioestimulação;BTS
Issue Date: 2-Oct-2018
Abstract: A biorremediação é uma técnica aplicada para amenizar diversos impactos ambientais, dentre eles os gerados por derivados do petróleo, através da introdução de microorganismos no ambiente, ou criando condições ótimas para os mesmos se desenvolverem. O presente estudo objetivou monitorar os parâmetros físicoquímicos não conservativos em águas do estuário do rio São Paulo, Baía de Todos os Santos (BTS) e sua interação com o substrato de manguezal presente nos aquários de simulação. Além disto, avaliar a utilização de fertilizantes agrícolas, NPK e OSMOCOTE, como bioestimulantes em procedimentos de biorremediação in situ de substratos de manguezais afetados por atividades petrolíferas. A metodologia utilizada e testada no experimento baseou-se no monitoramento do processo de biorremediação em aquários com água do rio São Paulo e sedimento contaminado por óleo. Os ensaios foram realizados em três etapas intituladas (primeiro “préteste”, segundo “pré-teste” e terceiro “pré-teste”) ocorridas entre os meses de setembro e outubro de 2007. No presente trabalho serão apresentados apenas os dados referentes ao terceiro “pré-teste”, compreendido entre os dias 10 e 24 de novembro. Os parâmetros físico-químicos foram mensurados com equipamentos portáteis devidamente calibrados. O óleo presente no sedimento foi extraído em soxlet e posteriormente analisados por cromatografia gasosa. As variações de temperatura para o canal do rio São Paulo e dos aquários durante o monitoramento tiveram uma média de 28,8ºC e de 29,3ºC, respectivamente. A variação média de salinidade foi 35,8 para o canal do rio São Paulo e 35,9 para os aquários. O pH teve uma faixa de variação dentro dos padrões estabelecidos para águas marinhas, com valores entre 7,0 a 8,0, tanto para os aquários, quanto para o canal. O oxigênio dissolvido apresentou uma média de 7,5 (mg.L-1) nos aquários de biorremediação. Os índices geoquímicos Pristano/Fitano, nC17/P e nC18/F, calculados para o sedimento coletado no dia 10 de novembro, foram menores que a unidade (<1) para todos os aquários, indicando contaminação por petróleo, bem como presença de resíduos oleosos degradados. As razões MCNR/HRP para os testes realizados na presente pesquisa variaram de 6,06 a 184,33, com média de 117,84. As frações dos hidrocarbonetos saturados (n-alcanos) tiveram um aumento nas concentrações para alguns aquários. Com os dados obtidos nos cromatogramas dos HTP do presente trabalho, não é possível, até o momento, afirmar se a inibição da degradação dos hidrocarbonetos saturados tem alguma relação com aplicação do NPK ou OSMOCOTE como nutrientes. Ao processo de biorremediação, provavelmente, não houve tempo suficiente para a degradação do óleo ao longo dos 15 dias utilizados para a simulação, no período do terceiro pré-teste realizado.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27577
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (OCEANOGRAFIA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Monografia_Robson_Santana.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA