DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Comunicação >
Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas ( POSCOM) >
Comunicação e Política >
Teses de Doutorado (Pós-Com_Comunicação e Política) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/26345

Title: Participação on-line e off-line nas eleições presidenciais brasileiras de 2014
Authors: Santana, Rosane Soares
???metadata.dc.contributor.advisor???: Jambeiro, Othon Fernando
Keywords: Democracia digital;Internet - Aspectos sociais;Participação;Mídias sociais;Eleições;Tecnologia da informação;Tecnologias digitais
Issue Date: 10-Jul-2018
Abstract: O estudo da participação é um tema clássico da Ciência Política. As tecnologias digitais viabilizaram novas formas de participação, promovendo profundas alterações nos custos e no tempo necessários ao engajamento político. Em razão disso, a investigação dos condicionantes da web participação vem ganhando cada vez mais relevância. No campo da participação eleitoral, no entanto, a literatura brasileira tem se dedicado, principalmente, ao exame dos mecanismos de uso das ferramentas da Internet por campanhas on-line, notadamente ao grau de adesão de candidatos e partidos a essas tecnologias, bem como à análise de conteúdos publicados em plataformas digitais de mídias sociais decorrentes da interação dos eleitores com fanpages de políticos. Por sua vez, este trabalho traz uma contribuição inédita, investigando simultaneamente, pela primeira vez no Brasil, os condicionantes da participação eleitoral on-line e off-line através de pesquisa de opinião domiciliar, a partir de uma amostra do eleitorado de Salvador. Suas investigações são dirigidas por três objetivos principais: 1) Examinar o uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs), particularmente as plataformas digitais de mídias sociais (Facebook, WhatsApp, Instagram, YouTube e Twitter), no processo de engajamento cívico e participação política, durante as eleições presidenciais brasileiras de 2014; 2) Medir o impacto das variáveis sociodemográficas (sexo, idade, escolaridade e renda familiar), atitudes políticas (participação cívica, interesse político e preferência partidária), uso da Internet (frequência de acesso e plataformas digitais) e consumo de mídias (televisão, jornais, revistas, rádio etc.) na participação política on-line e offline do eleitorado, além do impacto de uma forma de participação sobre a outra; 3) Definir o perfil dos participantes e não participantes, estabelecer comparações entre os padrões e níveis de participação e comprovar, a partir dos dados empíricos e análises estatísticas multivariadas, se a participação on-line atrai novos atores ou reforça a participação de ativistas tradicionais. Os principais resultados obtidos indicam que: 1) As ferramentas da Internet reforçaram a participação dos eleitores mais ativos em atividades presenciais de campanha e mobilizaram eleitores inativos para a participação on-line; 2) Não há indicativo de que as ferramentas da Internet possam resolver os dilemas clássicos de representatividade da participação, como a sub-representação de pobres em campanhas eleitorais; 3) Também não há evidências de que a web participação apenas reforça a participação presencial, como afirmam os céticos; 4) O uso de plataformas digitais de mídias sociais foi determinante para a participação on-line e off-line; 5) O nível de escolaridade superior foi uma variável preditora de web participação; 6) O interesse político foi preditor de participação on-line moderada/alta, mas não de baixa participação.
The study on participation is a classic theme of Political Science. Digital technologies have enabled new forms of participation, promoting profound changes in the costs and time required for political engagement. Therefore, the investigation of the determinants of web participation has been gaining more and more relevance. In the field of electoral participation, however, Brazilian literature has been dedicated mainly to the examination of mechanisms for using Internet tools through on-line campaigns, especially to the degree of adhesion of candidates and parties to these technologies, as well as to the analysis of content published on digital social media platforms stemming from voter interaction with fanpages of politicians. In turn, this work is an unprecedented contribution, investigating through a household opinion survey the determinants of on-line and off-line electoral participation for the first time in Brazil, based on a sample of Salvador electorate. Their research is guided by three main objectives: 1) To examine the use of Information and Communication Technologies (ICTs), particularly digital platforms of social media (Facebook, WhatsApp, Instagram, YouTube and Twitter), in the process of civic engagement and political participation during the Brazilian presidential elections of 2014; 2) To measure the impact of sociodemographic variables (gender, age, education and family income), political attitudes (civic participation, political interest and party preference), Internet use (frequency of access and digital platforms) and media consumption (TV, journals, magazines, radio etc.) in the on-line and off-line political participation of the electorate, in addition to the impact of one form of participation on another; 3) To define the profile of the participants and nonparticipants, establishing comparisons between the patterns and levels of participation and prove, from empirical data and multivariate statistical analyzes, whether on-line participation attracts new actors or reinforces the participation of traditional activists. According to main results: 1) The Internet tools reinforced the participation of the most active voters in face-to-face campaign activities and mobilized inactive voters for on-line participation; 2) There is no indication that Internet tools can solve the classical dilemmas of representativeness of participation, such as underrepresentation of the poor in electoral campaigns; 3) There is also no evidence that web participation only reinforces on-site participation, as skeptics say; 4) The use of digital platforms of social media was determinant for the participation on-line and off-line; 5) The level of higher education was a predictor of web participation; 6) Political interest was a predictor of moderate/high on-line participation, but not low participation.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/26345
ISSN: Tese
Appears in Collections:Teses de Doutorado (Pós-Com_Comunicação e Política)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese Rosane Soares Santana V.Final.pdf2.85 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA