DSpace

RI UFBA >
Instituto de Saúde Coletiva - ISC >
Dissertações de Mestrado Profissional (ISC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/26065

Title: Perfil epidemiológico das pessoas acometidas por acidentes ofídicos e seus determinantes no Tocantins.
Authors: Feitosa, Shirley Barbosa
???metadata.dc.contributor.advisor???: Mota, Eduardo Luiz Andrade
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Mise, Yukari Figueroa
Keywords: Acidente ofídico;Epidemiologia;Agropecuária;Distribuição espacial
Issue Date: 28-May-2018
Abstract: Investigou-se o perfil epidemiológico dos acidentes ofídicos e seus determinantes no Tocantins (2007-2015) por um estudo transversal descritivo e ecológico de múltiplos grupos. No componente ecológico, as unidades de análise foram os 139 municípios do Estado e a variável desfecho foi o número de casos. Dados foram obtidos no Sistema Nacional de Informações de Agravos de Notificação (SINAN), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. Foi aplicada a análise de regressão linear múltipla para medida de associação entre variáveis socioeconômicas e demográficas municipais, e aplicados testes de Mann-Whitney para verificação de sazonalidade e Kruskal-Wallis para identificação de áreas de risco entre regiões de saúde. De 2007-2015, foram notificados 7.764 acidentes ofídicos no Tocantins. A incidência variou de 2,8 a 288,8/100.000 habitantes, a letalidade de zero a 8,7% e a mortalidade de zero a 0,5/100.000 habitantes entre os municípios. Foram acometidos predominantemente trabalhadores rurais do sexo masculino, em membros inferiores por envenenamento botrópico. As variáveis investigadas e associadas ao ofidismo foram respectivamente: densidade demográfica, trabalhador agropecuário, IDHM, área cultivada de mandioca, população indígena, taxa de analfabetismo e emprego. Estes preditores, explicaram 64,48% (R2 ajustado=0,6448) da variação do ofidismo no Tocantins. As áreas de alto risco foram compostas pelas regiões de saúde, Amor Perfeito, Cantão, Cerrado Tocantins-Araguaia e Médio Norte Araguaia. Conclui-se que aspectos socioeconômicos e demográficos estavam fortemente associados ao ofidismo no Tocantins, bem como características relacionadas ao perfil agropecuário municipal.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/26065
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Profissional (ISC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO MP. Shirley Barbosa Feitosa2017.pdf2.73 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA