DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Economia >
Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGECO) >
Dissertações de Mestrado (PPGECO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/25817

Title: Agricultura moderna brasileira e aprofundamento da dependência a partir dos anos 1990: o caso do agronegócio da soja
Authors: Virgílio, Aline Patrícia Santos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Filgueiras, Luiz Antônio Mattos
Keywords: Agricultura;Agronegócio;Soja;Desenvolvimento econômico
Issue Date: 26-Apr-2018
Abstract: O objetivo do estudo é compreender a contribuição da agricultura moderna da soja para a configuração da dependência brasileira a partir dos anos 1990. O agronegócio da soja no Brasil é um dos mais competitivos do mundo, com recordes de produção e comercialização crescentes ao longo dos últimos trinta anos. Em um contexto de retorno da participação de atividades intensivas em recursos naturais na estrutura produtiva e nas exportações do país, a expansão do cultivo de commodities agrícolas e da agroindústria vem sendo apresentada como um importante vetor de desenvolvimento, capaz não apenas de gerar significativa riqueza, mas também de criar as condições para o fortalecimento do conhecimento científico, progresso técnico e inovação, o que traria ao país as qualidades para torná-lo desenvolvido, dinâmico e altamente competitivo. Considerando também a atual conjuntura de crise econômica no país, o bom desempenho das exportações desses produtos tem sido decisivo para solucionar os problemas de déficit no balanço de pagamentos. Nesse contexto, o cultivo de soja no Brasil ganhou importância nas últimas décadas, enquanto uma atividade impulsionadora do crescimento econômico, além de ser vista como um segmento repaginado e moderno, absorvendo um significativo nível de ciência e tecnologia em seu processo produtivo. Entretanto, apesar de todas essas impressões, as características inerentes a este tipo de atividade podem estar contribuindo para uma piora da condição de dependência do país, principalmente do ponto de vista tecnológico. É diante desse quadro que o presente estudo questiona o papel da agricultura moderna voltada para a produção de commodities agrícolas, em especial da soja, buscando compreender as principais implicações de seu processo de desenvolvimento para a estrutura da economia brasileira no longo prazo. A hipótese defendida é de que, apesar de moderna, com uso intensivo de tecnologia e lucrativa, o avanço da agricultura da soja, além de contribuir para a o agravamento da dependência ao colaborar para uma inserção internacional da economia do país cada vez mais voltada para produtos primários, contribui também para aprofundar a dependência tecnológica, visto que os benefícios dessa atividade são poucos em termos de internalização das inovações utilizadas em seus processos produtivos, pois quase toda tecnologia utilizada não é produzida internamente. Mesmo diante de seu novo rótulo modernizante, a agricultura brasileira sofre por, apesar de ter vantagens comparativas no negócio, ter a necessidade de recorrer ao exterior sempre que precisa adquirir os insumos necessários para a realização dessa vantagem.
The objective of this study is to understand the contribution of modern soybean agriculture to the configuration of Brazilian dependence since the 1990s. Soybean agribusiness in Brazil is one of the most competitive in the world, with growing production and marketing records over the last thirty years. In a context of the return of the participation of natural resources intensive activities in the country's productive structure and exports, the expansion of agricultural commodity and agribusiness production has been presented as an important vector of development, capable not only of generating significant wealth, but also to create the conditions for the strengthening of scientific knowledge, technical progress and innovation, which would bring the country the qualities to make it developed, dynamic and highly competitive. Considering also the current economic crisis in the country, the good performance of exports of these products has been decisive to solve the problems of deficit in the balance of payments. In this context, soybean cultivation in Brazil has gained importance in the last decades as an activity that drives economic growth, as well as being seen as a modern and refreshed segment, absorbing a significant level of science and technology in its production process. However, in spite of all these impressions, the inherent characteristics of this type of activity may be contributing to a worsening of the dependency condition of the country, mainly from the technological point of view. It is against this background that the present study questions the role of modern agriculture focused on the production of agricultural commodities, especially soybean, in order to understand the main implications of its development process for the structure of the brazilian economy in the long term. The hypothesis defended is that, although modern, technology-intensive and profitable, the advancement of soybean agriculture, in addition to contributing to the aggravation of dependency by collaborating for an international insertion of the country's economy increasingly focused on products it also contributes to deepening technological dependence, since the benefits of this activity are few in terms of the internalization of the innovations used in its production processes, since almost all the technology used is not produced internally. Despite its new modernization label, brazilian agriculture suffers from having, despite having comparative advantages in the business, having to resort to the outside world whenever it needs to acquire the necessary inputs to realize this advantage.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/25817
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGECO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ALINE PATRÍCIA SANTOS VIRGÍLIO.pdf1.78 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA