DSpace

RI UFBA >
Escola de Enfermagem >
Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGENF) >
Dissertações de Mestrado (PPGENF) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/24382

Title: Representações sociais de pessoas em situação de rua sobre cuidados para Infecções Sexualmente Transmissíveis
Authors: Santos, Milena Vaz Sampaio
???metadata.dc.contributor.advisor???: Oliveira, Jeane Freitas de
Keywords: Pessoas em Situação de Rua;Práticas de Cuidado;Representações Sociais;Enfermagem;Doenças Sexualmente Transmissíveis
Issue Date: 23-Oct-2017
Abstract: Embora as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) apareçam como o 7º agravo de saúde dentre as pessoas em situação de rua, se constitui num problema de saúde pública que requer ações de cuidados individual e coletiva. No senso comum a população em situação de rua (PSR) está vulnerável a contaminação e transmissão de IST pelas condições adversas de sobrevivência. O crescimento contínuo de pessoas em situação de rua, o aumento do número de casos de IST na população em geral, a ausência de pesquisas sobre esta temática com a população em situação de rua e, a indicação de implantar e/ou implementar cuidados direcionados a este grupo populacional visando atender os princípios de integralidade, equidade e universalização constituem elementos para o desenvolvimento da presente pesquisa, cujo objetivo é: analisar as representações sociais de pessoas em situação de rua sobre o cuidado para IST. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa fundamentada nos princípios da Teoria das Representações Sociais, que envolveu 72 pessoas em situação de rua assistidas em duas Unidades de Acolhimento Institucional, no município de Salvador/BA. Do total de participantes, 28 fizeram a técnica projetiva de Desenho-Estória (D-E) com tema e 10 responderam a entrevista semiestruturada. Os dados provenientes do D-E foram analisados em consonância com a proposta de análise de Coutinho, resultando em 5 eixos temáticos. O conteúdo das entrevistas foi organizado para processamento pelo software IRAMUTEQ resultando na elaboração da Classificação Hierárquica Descendente, composta por 6 classes. A análise conjunta dos dados das duas técnicas resultou em duas categorias empíricas: “Mulher, triste, abandonada e traída: Imagem da pessoa com IST” e “Cuidados em saúde para IST”. Para o grupo investigado, a imagem da pessoa com IST está centrada na figura feminina, que se mostra triste por ter sido traída e abandonada, primeiramente pelo parceiro, e pela sociedade. Para o grupo investigado, os cuidados em saúde para IST estão ancorados em conhecimentos socialmente divulgados que direcionam para ações preventivas direcionadas pelo uso de preservativo, higiene, parceria fixa associada a busca pelo diagnóstico e tratamento nos serviços de saúde. Sinaliza o sexo abrigado como uma modalidade de sexo seguro e como uma especificidade vinculada às condições de vida do grupo investigado. O uso de técnicas distintas foi essencial para revelar elementos das representações sociais sobre o objeto investigado e especificidades do grupo investigado. Ainda que limitada pelo número de participantes, as representações sociais apreendidas revelam a tendência do grupo em manter os cuidados de saúde socialmente divulgados no contexto de rua. A presente pesquisa traz contribuições e reflexões para prática e formação de Enfermagem e de outros profissionais da saúde que se destinam ao cuidado de pessoas em situação de rua.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/24382
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGENF)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_Enf_Milena Vaz Sampaio Santos.pdf10.08 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA