DSpace

RI UFBA >
Escola de Administração >
Núcleo de Pós-Graduação em Administração (NPGA) >
Dissertações de Mestrado Acadêmico (NPGA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23946

Title: A influência da percepção das políticas de gestão de pessoas no comprometimento organizacional: um estudo entre docentes da Universidade Federal da Bahia
Authors: Lima, Charlize da Costa Andrade e
???metadata.dc.contributor.advisor???: Rowe, Diva Ester Okazaki
Keywords: Comprometimento organizacional;Políticas de gestão de pessoas;Docente;Universidade;Gestão pública
Issue Date: 10-Aug-2017
Abstract: A presente pesquisa de mestrado se dedicou ao campo de estudos do Comportamento Organizacional. Mais especificamente, ao comprometimento organizacional e à área de gestão de pessoas. Frente a uma realidade marcada por constantes mudanças, as organizações foram obrigadas a repensarem suas práticas e desenvolverem novas formas de gestão, principalmente no que concerne ao seu capital humano. Nesse sentido, diversos estudos têm sido realizados apontando a importância de atrair e manter trabalhadores competentes e envolvidos com as organizações nas quais trabalham. Dentro dessa perspectiva, a área de gestão de pessoas, através de suas políticas, adquire um papel relevante no alcance dos resultados esperados pelas organizações. Pelo exposto, o objetivo dessa dissertação consiste em analisar as possíveis influências da percepção das políticas de gestão de pessoas no comprometimento organizacional de uma categoria peculiar de trabalhadores, docentes universitários, de uma universidade pública, visando à reavaliação, ao aprimoramento e/ou ao desenvolvimento de ações para a manutenção ou melhoria do vínculo entre esses e a organização em estudo. Para tanto, foram desenvolvidos três estudos que se propõem a realizar essa análise. O primeiro estudo buscou identificar as publicações nacionais, nos últimos dez anos, que relacionassem comprometimento organizacional com gestão de pessoas. O segundo se propõe a identificar e descrever as políticas de gestão de pessoas no contexto da Universidade Federal da Bahia (UFBA) direcionadas ao corpo docente. Já o terceiro e último estudo analisa a influência da percepção das políticas de gestão de pessoas no comprometimento organizacional dos docentes da UFBA. Trata-se de um estudo de caso, que contou com uma amostra de 284 docentes no survey aplicado com escalas previamente validadas no contexto brasileiro, a saber: escala de políticas de gestão de pessoas de Demo, Neiva, Nunes e Rozzett (2012); escala de comprometimento organizacional nas bases afetiva e normativa de Meyer, Allen e Smith (1993) e escala de comprometimento instrumental de Powell e Meyer (2004). No que tange à metodologia, cabe registrar que o primeiro artigo utilizou-se de estudo bibliométrico para indicar a produção científica. Já o segundo artigo, que coletou dados por meio de entrevistas e documentos institucionais, teve os dados analisados a partir de procedimentos qualitativos, tais como análise documental e de conteúdo, enquanto o terceiro teve a análise conduzida por procedimentos quantitativos, a saber: análises descritivas, fatoriais e modelagens de equações estruturais. Os resultados apontam que existe uma carência de trabalhos nacionais que relacionem esses dois construtos, sobretudo que leve em consideração as diferentes políticas de gestão de pessoas. No entanto, é perceptível a importância dessas políticas como antecedentes do comprometimento organizacional. No contexto da UFBA, em particular, o terceiro estudo explicita a influência de duas políticas no comprometimento dos docentes. São elas: as políticas de envolvimento e treinamento, desenvolvimento & educação (TD&E). Ainda com base na instituição estudada, percebe-se a atuação bastante tímida da área de gestão de pessoas quanto às políticas direcionadas à categoria docente.
This research was dedicated to the study field of the Organizational Commitment. More specifically, to the organizational commitment and the human resources management area. Facing a reality marked by constant changes, organizations were forced to rethink its practices and to develop new ways of managing, specially for their human capital. By this way of thinking, several studies have been made pointing the importance of atracting and maintaining skilled and engaged workers. Within this perspective, the human ressources management area, by its policies, gets a pertinente role in achieving results expected by the organizations. As one can realize, this dissertations’s objective consists in analysing the possible influences of the perception of the human ressources management policies in the organizational commitment of a peculiar class of workers, university docents, of a public university, aiming the revaluation, the enrichment and/or the development of actions to maintain or to improve the bond between these workers and the institution in study. To do so, three studies were developed to constructo this analysis. The first one tried to identify and analyse the national publications, in the past ten years, that put together organizational commitment and human ressources management. The second one wants to identify the human ressources management policies in the context of the Universidade Federal da Bahia (UFBA) that are related to its docents. The third and last one analyses the influence of the perception of the human ressources policies in the organizational commitment of UFBA’s docents. It’s a case study, with a sample of 284 docents in the used survey with scales previous validated on the Brazilian context: human resources policies scale of Demo, Neiva, Nunes and Rozzett (2012); organizational commitment scale on the affective and normative bases of Meyer, Allen and Smith (1993), and; instrumental commitment scale of Powell and Meyer (2004). Concerning the methodology, the first article used a bibliographic study to indicate the scientific production. The second one collected interviews and institutional documents and had its data analysed by qualitative procedures, such as: documental and content analysis. The third one had its analysis conducted by quantitative procedures, such as: descriptive analysis, factorials and structural equations models. The results indicate that there is a lack of national studies that put together these two constructs, specially taking in consideration the different human resources management policies. However, one can see the importance of these policies as organizational commitment’s antecedentes. In the UFBA’s context, in particular, the third study shows the influence of two policies on docents’ commitment: involving and training, development & education (TD&E). Still in UFBA, one can realize the very timid actuation of the human resources management area related to the policies that are directed to the docents’ category
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23946
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Acadêmico (NPGA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Charlize da Costa Andrade e Lima.pdf2.45 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA