DSpace

RI UFBA >
Instituto de Psicologia >
Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPSI) >
Dissertações de Mestrado (PPGPSI) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23920

Title: A formação em bacharelado interdisciplinar e suas contribuições na escolha profissional em psicologia
Authors: Matos, Marilia Neri
???metadata.dc.contributor.advisor???: Jesus, Mônica Lima de
Keywords: Educação;Bacharelado Interdisciplinar;Escolha Profissional;Formação;Psicologia;Orientação profissional;Interesse profissional
Issue Date: 10-Aug-2017
Abstract: A universidade possui como um dos seus objetivos a construção de uma postura crítica e ativa do sujeito em sociedade. Atualmente surgem questionamentos sobre o papel dessa instituição e discussões acerca de reformulações que se afinem com as demandas da sociedade, promovendo uma reflexão em torno dos moldes tradicionais dos cursos universitários e do preparo para os problemas e desafios contemporâneos (Santos & Almeida-Filho, 2008). A graduação em Psicologia, assim como as demais, se insere neste debate por, ao longo dos anos, mesmo com mudanças estruturais importantes proporcionadas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), perpetuar uma formação com ênfase nos modelos clínicos e patologizantes, com pouco compromisso social, afastada das realidades e demandas de grande parte da população. O Programa de apoio a planos de expansão e reestruturação das universidades federais (REUNI) auxilia neste cenário de mudanças, ao qual a Universidade Federal da Bahia (UFBA) se insere na busca por novas práticas no ensino superior. Entre elas está a implantação do Bacharelado Interdisciplinar (BI), modalidade de graduação proposta para ultrapassar o foco restritivo da formação técnico profissional e promover uma formação ampliada e crítica. O presente trabalho propõe como objetivo analisar as trajetórias acadêmicas dos egressos do BI na transição para o Curso Progressivo Linear (CPL) de Psicologia, problematizando as possíveis contribuições do BI na escolha profissional dos egressos em relação à Psicologia. A metodologia foi desenvolvida numa perspectiva qualitativa, um estudo descritivo exploratório, baseada nas noções do construcionismo social (Gergen, 1985; 1996; Gergen & Gergen 2010) compreendendo a realidade como construções sociais desenvolvidas a partir de relações entre pessoas inseridas em espaços sócio historicamente contextualizados. Como marco teórico-metodológico foram adotadas as práticas discursivas e a produção de sentido (Spink & Medrado, 2000), analisando, a partir de uma entrevista semi-estruturada, construções destacadas por dez entrevistados, egressos do BI na transição para o CPL de Psicologia. Esses discursos foram submetidos à análise categorial temática (Vazquez, 1996). A partir dos resultados e discussões percebemos que o BI auxiliou no processo de ampliação das vagas da UFBA, bem como na inserção de diferentes perfis de egressos que não entendiam a profissionalização como único objetivo do ensino superior. A busca por realização pessoal foi percebida como motivador para a entrada no espaço acadêmico, caracterizando a construção do conhecimento como um desejo do estudante. Por um lado, a estrutura curricular do BI permitiu a fluidez e a autonomia dos estudantes que, a partir da escolha de diferentes componentes curriculares (CCs), tiveram contato com diferentes áreas do conhecimento. Por outro lado, a possibilidade de ter acesso direto aos CCs da matriz curricular do curso de Psicologia, particularmente, através da área de concentração Estudos da Subjetividade e do Comportamento Humano, contribui para uma decisão mais madura e consciente por esta área profissional. Essa aproximação possibilitou definir ou fortalecer a sua decisão sobre o percurso profissional, resolução essa marcada por dúvidas e questionamentos que não afetam apenas os mais jovens, mas também pessoas com trajetórias acadêmico-profissionais mais longas. As reflexões desse estudo sugerem que estudos sobre o BI e a transição para os CPLs são importantes contribuições para o desenvolvimento dessa proposta e podem incidir no campo da escolha profissional/vocacional. Da mesma forma, estudos sobre escolha profissional precisam ser desenvolvidos, analisando o processo de decisão sobre a carreira sem demarcá-la como um momento particular da adolescência e considerando um novo elemento entre os fatores já demarcados em estudos anteriores. Outros perfis de interessados por ingressar no mundo acadêmico e/ou profissional precisam ser analisados, ampliando a compreensão e as possíveis contribuições da Psicologia para esse campo, é o caso de pessoas sem tradição familiar universitária, muitas vezes, o primeiro da família a ir à universidade.
The university has as one of its goals to build a critical and active role of the individual in society. Currently questions arise about the role of this institution and discussions about reformulations that afinem with the demands of society, promoting a reflection on the traditional model of university courses and preparation for the problems and current challenges (Santos & Almeida-Filho, 2008). A graduate in Psychology, as well as others, is included in this debate for over the years, even with major structural changes provided by the Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), perpetuate training with emphasis on clinical models and pathologizing, with little social commitment , remote from the realities and demands of much of the population. The Programa de apoio a planos de expansão e reestruturação das universidades federais (REUNI) assists in this scenario changes, which the Universidade Federal da Bahia (UFBA) is inserted in the search for new practices in higher education. Among them is the implementation of the Bacharelado Interdisciplinar (BI), undergraduate modality proposal to overcome the restrictive focus of professional technical training and promote an expanded and critical training. This study proposes to analyze the academic trajectories of BI graduates in the transition to the Curso de Progressão Linear (CPL) of Psychology, discussing the possible contributions of BI in the career choice of graduates in relation to psychology. The methodology was developed from a qualitative perspective, an exploratory descriptive study, based on notions of social constructionism (Gergen, 1985; 1996; Gergen & Gergen 2010) comprising reality as social constructs developed from relationships between people engaged in social spaces historically contextualized . As a theoretical and methodological framework were adopted discursive practices and the production of meaning (Spink & Medrado, 2000), analyzing, from a semi-structured interview, buildings highlighted ten respondents, BI graduates in the transition to the Psychology CPL . These speeches were submitted to thematic categorical analysis (Vazquez, 1996). From the results and discussions we realized that BI helped the expansion process of the vacancies UFBA, and the inclusion of different profiles of graduates who did not understand the professionalization for the sole purpose of higher education. The search for personal fulfillment was perceived as a motivator for entry into the academic space, featuring the construction of knowledge as a student desire. On the one hand, the curricular structure of the BI allowed fluidity and autonomy of students, from the choice of different curriculum components (CCs), had contact with different areas of knowledge. On the other hand, the possibility of having direct access to CCs array of curricular course of Psychology, particularly by concentrating area studies of Subjectivity and Human Behavior, contributes to a decision in this area more mature and conscious professionals. This approach enabled to define or strengthen their decision on the professional path, this resolution marked by doubts and questions that affect not only the youngest but also people with longer academic and professional careers. The reflections of this study suggest that studies of the BI and the transition to CPLs are important contributions to the development of this proposal and can focus on the field of professional / vocational choice. Similarly, studies on career choice need to be developed, analyzing the decision process on the career without demarcate it as a particular moment of adolescence and considering a new element among the factors already marked in previous studies. Other profiles interested in joining the academic and / or professional world need to be analyzed, broadening the understanding and the possible contributions of psychology to this field, is the case of people without university family tradition, often the family first to go to university.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23920
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGPSI)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Marilia Neri versao final.pdf1.34 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA