DSpace

RI UFBA >
Escola de Enfermagem >
Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGENF) >
Dissertações de Mestrado (PPGENF) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23684

Title: Avaliação dos deslocamentos de disco da articulação temporomandibular (ATM) em adolescentes
Authors: Oliveira Junior, José Augusto Tuy de Britto
???metadata.dc.contributor.advisor???: Rebello, Iêda Margarida Crusoé Rocha
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Campos, Paulo Sérgio Flores
Keywords: Disco da Articulação Temporomandibular;Ressonância nuclear magnética;Deslocamento de disco
Issue Date: 27-Jul-2017
Abstract: O objetivo desse estudo foi avaliar as características dos deslocamentos de disco da articulação temporomandibular, em imagens de exames de ressonância magnética, em pacientes adolescentes. Foi avaliado o tipo e a prevalência do deslocamento de disco, distribuição por gênero e lado afetado. Além disso, sinais clínicos como estalido, crepitação, dor e amplitude do movimento de abertura bucal foram avaliados. A amostra constou de 72 indivíduos, na faixa etária de 10 à 20 anos (média de 16,7 ± 2,5 anos), sendo 51 do gênero feminino e 21 do gênero masculino. Os exames foram procedidos em equipamento modelo Signa Horizon (GE), magnitude do campo magnético de 1,5 T, com bobina bilateral de superfície de 6,0 x 8,0 cm. A prevalência do deslocamento de disco na amostra foi de 75%. Mais da metade dos pacientes com deslocamento de disco (44 pacientes – 61,1%) apresentaram deslocamento de disco bilateral. Os deslocamentos de disco em geral ocorreram mais no gênero feminino. No que tange aos deslocamentos de disco unilaterais, o gênero masculino foi mais acometido, enquanto que nos deslocamentos de disco bilaterais, o gênero feminino foi o mais acometido. Os deslocamentos de disco com redução apresentaram um aumento desta condição com o avançar da idade. O sinal/sintoma do estalido sugeriu fortemente o deslocamento de disco com redução. O deslocamento de disco sem redução apresentou uma relação direta com a limitação de abertura bucal. O que se conclui do estudo é que os deslocamentos de disco em pacientes adolescentes vem apresentando um aumento em sua prevalência. Existe uma correlação entre o avançar da idade e o aumento na incidência do deslocamento de disco na população adolescente.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23684
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGENF)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_ODONTO_ José Augusto Tuy de Britto Oliveira Junior.pdf158.26 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA