DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH) >
Programa de Pós-Graduação em Antropologia (PPGA) >
Teses de Doutorado (PPGA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23561

Title: “PASSOU? AGORA É LUTA!” Um estudo sobre ações afirmativas e a presença de jovens estudantes indígenas na Universidade Federal da Bahia
Authors: Souza, Ana Cláudia Gomes de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Carvalho, Maria Rosário Gonçalves de
Keywords: Ações Afirmativas;Estudantes Indígenas;UFBA;DIversidade;Índios da América do Sul
Issue Date: 14-Jul-2017
Abstract: Na presente tese envidei esforços para reconstituir a história da presença dos estudantes indígenas nesses dez anos de ações afirmativas da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Um dos objetivos foi o de ampliar o debate sobre as políticas afirmativas orientadas para o ensino superior, destacando a necessidade de uma maior reflexão sobre a apropriação institucional de certas categorias étnicas, no caso da UFBA, o uso dos termos índio aldeado e índio descendente para categorizar as relações étnicas e raciais e direcionar as práticas institucionais associadas à implementação das políticas de inclusão. A tese terminou por resultar na abordagem de diversas temáticas, cujo intercruzamento passei a perceber, no decorrer da pesquisa. Desse modo, ao observar a dinâmica do cotidiano acadêmico desses estudantes indígenas, decidi trilhar certos caminhos de interpretação que concernem ao pertencimento indígena, à experiência juvenil e às políticas de ações afirmativas voltadas para o ensino superior e direcionadas a esse público. Articular tais percepções significou penetrar no universo das produções que, por sua vez, me levou a refletir sobre políticas públicas para o ingresso no ensino superior e a consequente migração de jovens indígenas para centros urbanos. Considero válido ressaltar que o foco da observação e, consequentemente, da análise, são os próprios estudantes universitários e o seu protagonismo para enfrentar as vicissitudes da vida universitária. Compôs o procedimento metodológico da pesquisa uma ampla revisão da literatura acerca do debate político e teórico sobre o sistema de cotas nas universidades brasileiras, como também dados institucionais fornecidos pela UFBA, e dados etnográficos produzidos na interação com os estudantes.
In order to analyze this phenomenon, I reconstruct the narratives of indigenous student’s presence at Universidade Federal da Bahia (UFBA) over a decade of affirmative action policies. Concerning affirmation action debates in Brazilian higher education, this dissertation focuses on institutional appropriation of ethnic categories, especially índio aldeado and índio descendente. These categories describe racial and ethnic relationships, as well as inform institutional practices regarding social inclusion policy implementation. Therefore, I argue the complex design of affirmative action policy across Brazilian public universities offers an important perspective on legal, institutional and political barriers relating to the inclusion of black and indigenous students. Further, I explore the diverse strategies of affirmative action implementation in Brazil concerning social agents who have shared experiences within the new reality forged by these policies. This dissertation embraces a variety of approaches to these interconnected issues, the importance of which became apparent throughout my research process. I discuss indigenous student academic daily life and its dynamics while considering the ideas of indigenous belonging, youth experience, and the various effects of affirmative action policies for this particular group. For instance, the choice to focus on multiple dimensions of indigenous student academic life, allows me to reflect on the meanings of migratory movement to urban areas by young indigenous students. My methodological approach and analysis draws on the indigenous student’s perceptions and narratives, and their agency in dealing with the challenges of university life. Finally, this dissertation engages in bibliographic revision on affirmative action political and theoretical debates in Brazilian public universities, institutional database provided by UFBA, and ethnographic accounts produced in dialog with the indigenous students.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23561
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Reduzido_PASSOU- AGORA É LUTA! Um estudo sobre ações afirmativas e a presença de jovens estudante.pdf2.34 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA