DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Medicina da Bahia >
Pós-Graduação em Ciências da Saúde (POS_CIENCIAS_SAUDE) >
Dissertações de Mestrado (POSSAUDE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23514

Title: Avaliação da relação de disfunção erétil com fatores de risco para arteriosclerose em indivíduos infectados pelo HTLV-1
Authors: Oliveira, Cassius José Vitor de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Marcelino, Edgar
Keywords: Disfunção erétil;Vírus;Linfotrópico T Humano;Arteriosclerose
Issue Date: 6-Jul-2017
Abstract: A disfunção erétil em indivíduos infectados pelo HTLV-1 tem forte associação com as disfunções neurológicas causadas por essa doença. Entretanto a principal causa de disfunção erétil na população geral é a arteriosclerose que leva a uma diminuição do fluxo sanguíneo no corpo cavernoso. O objetivo desse estudo foi avaliar se existe associação entre os fatores de risco para arteriosclerose com a disfunção erétil em indivíduos infectados pelo HTLV-1. Métodos: Estudo de corte transversal com indivíduos do sexo masculino infectados pelo HTLV-1 entre 18 e 70 anos sem história de câncer, sem uso de prótese peniana e sem déficit motor causado por outra patologia. Os indivíduos participantes do estudo foram classificados em dois grupos: um grupo com disfunção erétil e um grupo sem disfunção erétil. Esses grupos foram comparados e foi avaliada a relação entre obesidade, circunferência abdominal aumentada, dislipidemia, síndrome metabólica, diabetes mellitus e hipertensão arterial. Resultados: Dos 84 indivíduos selecionados 43 tinha disfunção erétil e 41 não. Houve relação da disfunção erétil com diabetes mellitus (P=0,03), idade acima de 60 anos (P=0,002) e o grau de disfunção neurológica (P<0,001). Dos fatores de risco para arteriosclerose avaliados em portadores de HTLV-1 houve relação da DE com a idade acima de 60 anos (P=0,024) com diabetes mellitus (P=0,01) e com a hipertensão arterial sistêmica (P=0,004). Odds ratio de 4,6 para idade acima de 60 anos, de 6,3 para hipertenção arterial sistêmica e de 22,1 para sintomático para HTLV-1. Conclusão: O comprometimento neurológico é a principal causa de disfunção erétil em indivíduos infectados pelo HTLV-1 e os fatores de risco para a arteriosclerose não tiveram forte relação com a disfunção erétil nesta população.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23514
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (POSSAUDE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_Med_ Cassius José Vitor de Oliveira.pdf1.18 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA