DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Medicina da Bahia >
Pós-Graduação em Ciências da Saúde (POS_CIENCIAS_SAUDE) >
Dissertações de Mestrado (POSSAUDE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/22556

Title: Avaliação da resposta imune in vitro induzida por antígeno de Schistosoma mansoni em indivíduos asmáticos.
Authors: Cardoso, Luciana Santos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Araújo, Maria Ilma Andrade Santos
Keywords: Asma;IL-10;PIII;P24;S. mansoni;Sm14;Sm22.6;Sm29
Issue Date: 23-May-2017
Abstract: Estudos vêm demonstrando diminuição da reatividade aos testes cutâneos para alérgenos e menor gravidade da asma em indivíduos infectados por helmintos, principalmente Schistosoma mansoni. A inibição da resposta inflamatória na asma em indivíduos infectados pelo S. mansoni parece ser mediada pela IL-10, desde que tem sido observada maior produção desta citocina por células de asmáticos infectados pelo S. mansoni estimuladas com o antígeno 1 do Dermatophagoides pteronyssinus (Der p1) quando comparado a asmáticos não infectados. A IL-10 é capaz de inibir a produção de citocinas do tipo Th2 e a degranulação de mastócitos e liberação de mediadores inflamatórios, fatores envolvidos na patogênese das doenças alérgicas. O principal objetivo deste estudo foi avaliar a capacidade dos antígenos de S. mansoni Sm22.6, Sm14, PIII, P24 e Sm29 de estimular a produção de IL-10 in vitro, por células mononucleares de sangue periférico de asmáticos infectados e não infectados pelo S. mansoni. Foram também avaliadas as produções de IL-5, IL-13 e IFN-g. Foi adicionado Sulfato de Polimixina B às culturas estimuladas com os antígenos recombinantes para bloquear a ação da endotoxina em induzir a síntese de citocinas, desde que as proteínas recombinantes foram clonadas em Escherichia coli. As concentrações das citocinas foram medidas nos sobrenadantes das culturas de células utilizando-se a técnica ELISA sanduiche. Foi demonstrado que todos os antígenos de S. mansoni avaliados neste estudo induziram a produção de IL-10 por células de indivíduos infectados e de asmáticos não infectados. Nas culturas de 24 horas de células de asmáticos não infectados, os antígenos P24 e Sm 29 induziram as mais altas concentrações de IL-10 (828 ± 415 pg/mL e 891 ± 213 pg/mL,respectivamente). Em todos os grupos avaliados e para todos os antígenos usados, foi baixa a produção de IFN-g (valores em torno de 100 pg/mL) e os níveis de IL-5 foram abaixo do limite de detecção (15,6 pg/mL). A produção de IL- 13 induzida pelos antígenos Sm22.6, P24 e PIII foi avaliada no grupo de asmáticos não infectados, e foram observadas concentrações de 68 ± 60 pg/mL, 55 ± 49 pg/mL e 81 ± 67 pg/mL, para os respectivos antígenos. A adição dos antígenos de S. mansoni Sm22.6, P24 e PIII às culturas de asmáticos não infectados estimuladas com o Der p1 resultou em aumento na produção de IL-10. O fato dos antígenos de S. mansoni avaliados neste estudo terem induzido a produção de IL-10 e baixas concentrações de IL-5, IL-13 e IFN-g por células de asmáticos não infectados sugere que os mesmos pode ser futuramente utilizados como vacina para prevenir doenças alérgicas.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/22556
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (POSSAUDE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_ISC_Luciana Santos Cardoso.pdf4.68 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA